Por Arimatéa Carvalho 

O Tribunal Regional Eleitoral- TRE-PI não reconheceu a denúncia de infidelidade partidária do Avante contra o vereador Vinício Ferreira, ex integrante do partido, que pedia a cassação do parlamentar.  A ação também incluía o primeiro suplente do partido, Carlos Ribeiro, beneficiando Eduardo Aguiar, presidente da sigla, que assumiria o mandato com a expulsão dos dois colegas. O relator Thiago Férrer arquivou o processo e não há mais possibilidade de recorrer à nenhuma instância. Há 15 dias, o Ministério Público já havia emitido parecer pelo arquivamento.

TRE-PI mantém mandato do vereador Vinício Ferreira TRE-PI mantém mandato do vereador Vinício Ferreira