Eleições dos EUA: Donald Trump x Joe Biden

EUA vão às urnas para decidir entre Donald Trump e Joe Biden.

Encerrada

Cobertura iniciada em 03/11/2020 - 10:00
  • 14h:18m
    Sábado 07/11/2020

    Joe Biden é eleito o novo presidente dos Estados Unidos

    O democrata Joe Biden foi eleito o novo presidente dos Estados Unidos. A projeção da mídia americana confirmou Biden como o novo presidente na tarde deste sábado (07). Apuração ainda não terminou nos estados, no entanto, o Democrata tem delegados suficientes. A Pensilvânia é o estado responsável por eleger Biden, com 284 delegados. Ele é o 46° líder que vai comandar a Casa Branca. 

    Segundo as projeções da Associated Press, faltavam pelo menos 6 votos no colégio eleitoral até a manhã de hoje para que Biden confirmasse sua vitória. Outros veículos, como o "New York Times", por exemplo, ainda não haviam declarado Biden vencedor no Arizona, que tem 11 delegados. Porém, com os 20 votos eleitorais da Pensilvânia, a disputa no Arizona passou a ser indiferente, já que não muda mais o resultado.

    Joe Biden é eleito o novo presidente dos Estados Unidos - Imagem 1

  • 13h:00m
    Sábado 07/11/2020

    Trump escreve em seu Twitter: "Eu venci as eleições. Por muito"

    O presidente dos EUA, Donald Trump, esceveu em seu Twitter com caixa alta: "Eu venci as eleições. Por muito". A rede social marcou a postagem dizendo que o resultado das eleições  americanas ainda não foi concluído.

  • 12h:35m
    Sábado 07/11/2020

    Comissão Eleitoral Federal garante que não há evidências de fraude nas eleições dos EUA

    A Comissão Eleitoral Federal garante que não há evidências de fraude nas eleições dos EUA deste ano. A advogada Ellen Weintraub afirmou que "muito poucas reclamações" foram apresentadas e nenhuma delas mostrou evidências de fraude. "Há muito poucas reclamações fundamentadas. Deixe-me colocar dessa forma: não há evidências de qualquer tipo de fraude eleitoral, não há evidências de que votos ilegais tenham sido dados", disse à rede norte-americana CNN na manhã deste sábado. Esta é a resposta da Comissão Eleitoral Federal à Donald Trump, que levou suas acusações de fraude ao ponto de questionar o sistema democrático dos Estados Unidos.

    Centro de contagem de votos na Georgia - Foto: AFPCentro de contagem de votos na Georgia - Foto: AFP

  • 11h:40m
    Sábado 07/11/2020

    Trump reforça acusações contra o processo eleitoral

    Donald Trump segue protestando em seu perfil no Twitter sobre o que alega serem irregularidades no processo de votação. Ele destaca a Pensilvânia, onde Biden o ultrapassou em votos após tirar uma larga vantagem inicial do republicano, graças aos votos enviados antecipadamente pelos correios, que começaram a ser contados após os votos depositados no dia da eleição. "Dezenas de milhares de votos foram recebidos ilegalmente depois das 20h na terça-feira, dia da eleição, mudando total e facilmente os resultados na Pensilvânia e em alguns outros estados", acusa o presidente norte-americano.

  • 10h:40m
    Sábado 07/11/2020

    Biden amplia para 7,2 mil votos a vantagem na Geórgia

    Aumenta vantagem de Biden no estado da Geórgia: distância entre Joe Biden e Donald Trump salta de 4 mil para 7,2 mil votos a favor.

    Biden amplia para 7,2 mil votos a vantagem na Geórgia - Imagem 1

    Veja a diferença entre os candidatos em cada um dos estados com resultados em aberto até as 10h deste sábado (7), de acordo com a projeção da Associated Press:

    Pensilvânia – Biden lidera por 28.877 votos, com 99% dos votos apurados.

    Geórgia – Biden lidera por 7.200 votos, com 99% dos votos apurados.

    Nevada – Biden lidera por 22.657, com 87% dos votos apurados.

    Carolina do Norte – Trump está na frente por 76.479 votos, com 99% dos votos apurados.

    Alasca – Trump está na frente por 54.610 votos, com 50% dos votos apurados.

  • 09h:30m
    Sábado 07/11/2020

    Por que o processo de apuração dura vários dias?

    Maior número de votos do que o normal e medidas para conter o coronavírus são os dois motivos que a agência de notícias Associated Press aponta como causa para que o escrutínio das eleições nos Estados Unidos entre neste sábado (07), em seu quarto dia após as eleições. Em 2016, Donald Trump venceu Hillary Clinton com 63 milhões de votos em comparação com 65,9 (o presidente obteve menos votos populares, mas obteve mais votos eleitorais), enquanto até agora Joe Biden coletou 74,3 milhões de votos contra 70,2 Trump. Isso significa que cerca de 15 milhões de pessoas a mais votaram na terça-feira em comparação ao pleito de quatro anos atrás. Além disso, a votação antecipada pelo correio atingiu um recorde neste ano, com 101 milhões de votos, um pouco mais do que o dobro da marca anterior, de 2016. Alguns Estados permitiram que a contagem começasse antes do dia da eleição, mas outros não, e vários permitiram que os votos chegassem dias após 4 de novembro. Portanto, haverá territórios que não poderão declarar 100% de suas cédulas até que alguns dias tenham se passado.

    Foto: AP PhotoFoto: AP Photo

  • 08h:29m
    Sábado 07/11/2020

    Biden lidera em 3 dos 5 últimos estados a contar votos

    A contagem de votos continua nos seis Estados que ainda não concederam a vitória a Biden ou Trump. O democrata tem 253 votos no colégio eleitoral contra 214 do republicano, e são necessários 270 para chegar à presidência. Biden lidera em quatro Estados-chave. Essa é a situação em cada um deles.

    A favor de Biden:

    Pensilvânia (20 votos no colégio eleitoral). Biden está liderando por cinco décimos de ponto percentual, com 28.833 votos a mais que Trump. A apuração é de 96%. As autoridades estaduais ainda vão demorar alguns dias para chegar a 100%.

    Geórgia (16 votos no colégio eleitoral). Biden supera Trump com 4.430 votos a mais, apenas um décimo percentual. Restam menos de 2% dos votos a serem apurados, o que corresponde a algumas cédulas enviadas por correio e votos militares no exterior. A margem é tão pequena que, por lei estadual, todos os votos terão que ser contados.

    Arizona (11 votos no colégio eleitoral). Biden ainda está à frente, embora Trump esteja gradualmente estreitando a margem. Com 97% dos votos apurados, o democrata lidera o presidente por 0,9%, uma distância de 29.861 votos. Teremos de esperar pelas 11h00 da manhã (13h00 de Brasília) para termos novos dados.

    Nevada (6 votos no colégio eleitoral). Biden supera Trump em 1,8%. São 22.657 votos de diferença entre ambos quando a apuração é de 93%. O Condado de Clark (Las Vegas) planeja publicar um boletim duas vezes ao dia durante os próximos dias com novas atualizações sobre a contagem de votos. 

    A favor de Trump:

    Carolina do Norte (15 votos no colégio eleitoral). Trump está à frente de Biden por 1,4%, com 76.515 votos de diferença. A margem vem se ampliando a favor do presidente no momento em que a apuração é de 98%. O Estado tem até quinta-feira, dia 12, para finalizar a contagem. 

    Alasca (3 votos no colégio eleitoral). A apuração parou em 56%  dos votos porque apenas as cédulas do dia das eleições foram contadas. Os votos enviados por correio devem ser contados na semana que vem. Neste momento, Trum tem 62,9% dos votos, e Biden, 33%.

  • 01h:15m
    Sábado 07/11/2020

    Joe Biden faz discurso e diz que acredita que irá sair vencedor

    O candidato democrata Joe Biden disse que espera vencer a eleição dos EUA, mas ainda não se declarou vitorioso, em seu primeiro pronunciamento após a virada em estados cruciais. 

    "Não temos uma declaração final de vitória, mas os números são convincentes, nós vamos ganhar essa eleição", disse Biden. 

    "Vamos vencer com uma grande maioria, tivemos mais de 74 milhões de votos", disse o democrata. "É mais do que qualquer outra chapa teve na história, e nosso total de votos está crescendo."

    O ex-vice-presidente repetiu o pedido de calma aos americanos e disse que a contagem é devagar para que todos os votos sejam apurados.

    Ele fez comentários também sobre a pandemia do novo coronavírus e disse que já prepara um plano de ação para seu governo, se for eleito.

    Os EUA são o país que mais tem casos e mortes por Covid-19 no mundo. São mais de 9,7 milhões de infectados e 236 mil mortos.

    Biden acredita que vai vencer eleições nos EUABiden acredita que vai vencer eleições nos EUA

  • 21h:30m
    Sexta-feira 06/11/2020

    Donald Trump critica Biden por dar vitória como certa nas eleições dos EUA

    O presidente americano Donald Trump, que tenta a reeleição, elevou hoje o tom nos ataques contra seu adversário, o democrata Joe Biden, que se mantém próximo da vitória enquanto seis estados ainda seguem sem uma definição do vencedor. Trump criticou Biden por dar seu triunfo como certo nas últimas declarações.

    "Joe Biden não deve reivindicar indevidamente o cargo de presidente. Eu também poderia fazer essa afirmação", publicou o republicano no Twitter. Ontem, Biden disse não ter dúvidas de que venceria a corrida presidencial.

    Na mesma publicação, o atual presidente também voltou a ameaçar judicializar o processo eleitoral. "Os processos judiciais estão apenas começando!", afirmou. 

    O republicano já sofreu derrotas na tentativa de judicializar a definição do pleito em dois estados. Trump teve pedidos para interromper a contagem de votos negados no Michigan e na Geórgia. O presidente também fez o mesmo pedido para o Condado da Filadélfia, que fica na Pensilvânia.

  • 18h:36m
    Sexta-feira 06/11/2020

    Biden amplia vantagem na Pensilvânia; veja outros estados

    Pensilvânia — 20 votos no Colégio Eleitoral — vantagem de Biden chega a quase 15 mil votos, mas ainda há expectativa de contagem de outros votos. Apuração ainda pode levar dias, sobretudo em Filadélfia.

    Geórgia — 16 votos no Colégio Eleitoral — haverá recontagem dos votos, segundo o secretário de Estado Brad Raffensperger. "A contagem final neste ponto tem grandes implicações para o país todo", disse.

    Arizona — 11 votos no Colégio Eleitoral — Trump diminuiu a vantagem de Biden, mas analistas do jornal " The New York Times" e do site especializado em eleições FiveThirtyEight acreditam ser difícil o republicano ultrapassar o democrata.

    Nevada — 6 votos no Colégio Eleitoral — a vantagem de Biden aumentou na divulgação mais recente dos resultado, mas autoridades dizem "não ter pressa" para contar o restante dos votos.