Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

12 mil empregados da rede privada de Teresina testaram para a Covid-19

O teste permite identificar quem está imunizado e pode voltar ao trabalho

12 mil empregados da rede privada de Teresina testaram para a Covid-19
12 mil funcionários da rede privada testaram para Covid-19 | div
Compartilhe

Um total de 12.391 funcionários de empresas privadas de Teresina já foram testados para a Covid-19 na capital em cumprimento ao Decreto municipal Nº 19.854, que determina a realização de testes em trabalhadores de estabelecimentos que estão em funcionamento. A medida é uma forma de garantir maior segurança tanto dos clientes quanto dos profissionais.


Entre as empresas que informaram a testagem no sistema da Prefeitura de Teresina, 90 comprovaram a realização de testes dos seus trabalhadores, com o envio das notas fiscais. Outros 94 empregadores ainda não anexaram o documento de aquisição dos testes, uma exigência que consta no decreto.

90 empresas comprovaram testagem de seus funcionários
“A testagem é importante para que se tenha um diagnóstico mais precoce dos trabalhadores para detectar possíveis casos de infecção e o necessário isolamento para diminuir a disseminação do vírus em Teresina”, explica o secretário municipal de Governo, Fernando Said.


Segundo a gerente de Vigilância Sanitária da capital, Jeanyne Seba, o teste permite identificar quem está imunizado e pode voltar ao trabalho. “Aplicar a testagem rápida ou sorológica em trabalhadores que mantiverem rotina de trabalho presencial, frequentando ambientes compartilhados, é uma das soluções apontadas por especialistas como a maneira mais eficaz de permitir a retomada segura da economia, sem uma explosão de casos. Dessa forma, estamos fiscalizando as empresas para que possamos reabrir a cidade de maneira mais segura para todos”, disse.


De acordo com o decreto, os locais que ainda estão com funcionamento suspenso só poderão reabrir durante o processo de retomada das atividades econômicas quando realizarem testes nos seus colaboradores. Em caso de descumprimento da determinação, ficarão sujeitos à interdição total das atividades e cassação de alvará de localização e funcionamento. A testagem deve ser feita pelas empresas que têm a partir de 41 empregados e nos trabalhadores que são do grupo de risco.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar