A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro  vai participar de investigação sobre um bebê, de 4 meses, diagnosticado com covid-19, que morreu na segunda-feira(17). A criança estava internada no Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT), no Colubandê, desde o último dia 14. Ela deu entrada na unidade com sintomas de febre, dificuldade para respirar e baixa oxigenação.

Ela tinha cardiopatia congênita grave. No mesmo dia em que deu entrada no hospital a pequena testou positivo para covid-19. Em pouco tempo seu quadro se agravou, vindo a falecer na segunda-feira, às 7h30.

A bebê foi diagnósticada com Covid-19 e veio a óbito- reprodução internetA bebê foi diagnósticada com Covid-19 e veio a óbito- reprodução internet

Investigação

A morte por covid-19 ainda será avaliada pela comissão da Secretaria de Saúde do Estado. O órgão dará apoio ao município de São Gonçalo na investigação do óbito.

Até o último sábado, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) registrava, desde o início da pandemia, até o último balanço, divulgado no domingo, 51 mortes de crianças entre 5 e 11 anos por covid-19 e 27.429 casos confirmados da doença no estado. Do total de óbitos, 62,7% foram computados na capital: 32 vítimas.

O município do Rio tem atualmente 12 crianças internadas por covid, duas delas em estado grave.

Hospital vai contribuir com investigação sobre morte da criança - reproduçãoHospital vai contribuir com investigação sobre morte da criança - reprodução

Sabia o que é a cardiopatia congênita

Cardiopatia Congênita trata-se de qualquer anormalidade na estrutura ou função do coração. Ela surge nas primeiras oito semanas de gestação, quando este órgão está em formação. Estas alterações podem causar disfunções no desenvolvimento do feto, podendo comprometer o indivíduo em todas as faixas etárias.

reprodução internetreprodução internet