O Brasil voltou a registrar mais de 400 mil novos casos de Covid-19 em uma semana, entre os dias 26 de junho e 2 de julho, sendo o período com mais infecções desde fevereiro, quando o país enfrentava uma onda de casos pela variante Ômicron.

Os dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) mostram que a 26ª semana epidemiológica teve 409.888 contaminações pelo coronavírus.

Brasil volta a registrar marca de 400 mil casos de Covid em uma semanaBrasil volta a registrar marca de 400 mil casos de Covid em uma semana

A última vez que o país registrou mais de 400 mil infecções em sete dias foi entre os dias 20 e 26 de fevereiro, com 576.463 casos.

O número representa um aumento de 11% quando comparado com a 25ª semana, entre 19 e 25 de junho. Na ocasião, o Conass registrou 368.457 novos casos de Covid.

A 26ª semana também demonstrou um aumento de 9% no número de vítimas fatais da doença em relação ao período anterior. Foram 1.489 mortes por Covid entre 26 de junho e 2 de julho contra 1.359 entre 19 e 25 de junho.

Esse é o maior índice desde março, quando o país teve 1.660 vítimas da Covid entre os dias 20 e 26 naquele mês.

De acordo com as novas atualizações do Conass, feitas nesta segunda-feira (4), o Brasil registrou 45.501 novos casos e 122 mortes em decorrência do coronavírus nas últimas 24 horas.

Com isso, o país soma 32.535.923 contaminações por Covid e 672.033 vítimas da doença desde o início da pandemia.

A média móvel de casos, que considera os últimos sete dias, ficou em 57.944. Já o indicador flutuante de óbitos ficou em 214.