O chefe da Secom (Secretaria Especial de Comunicação), Fábio Wajngarten, está com suspeita de coronavírus. Wajngarten estava no mesmo avião do presidente Jair Bolsonaro na viagem para Miami, nos Estados Unidos, na última semana. As informações são da jornalista Monica Bergamo.

Após a suspeita, Wajngarten foi ao Hospital Israelita Albert Einstein, onde realizou exames clínicos nesta quarta-feira (11). Os resultados só sairão nesta quinta (12).

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (11) que os casos confirmados de coronavírus no Brasil saltaram de 34 para 52. Ainda restam 907 casos suspeitos em análise, sendo que outros 935 casos já foram descartados para Sars-Cov-2, agente causador da doença Covid-19.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou, também nesta quarta, que o mundo enfrenta uma pandemia da doença. Declarar uma pandemia significa dizer que os esforços para conter a expansão mundial do vírus falharam e que a epidemia está fora de controle.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, apresentou em sessão na Câmara dos Deputados um resumo das principais medidas e do diagnóstico do governo sobre como combater o avanço do novo coronavírus no Brasil.