No final da tarde deste sábado (26), a Prefeitura de Teresina, através do Comitê de Operações Emergenciais (COE) municipal, informou que, na próxima segunda-feira (28), será dado início à quarta etapa de flexibilização das medidas excepcionais de contenção da Covid-19 na capital.

Com isso, fica revogada a obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes fechados, como, por exemplo, em escolas e academias.

"Ao fechamento da 12ª semana epidemiológica de 2022, neste sábado, às 18h, os indicadores epidemiológicos da Covid-19 permanecem apontando baixo nível de transmissão da doença na cidade. Portanto, está confirmado para a próxima segunda-feira, 28, o início da quarta etapa de flexibilização", diz a nota.

COE libera uso de máscara em locais fechados na segunda-feira em Teresina - Foto: PixabayCOE libera uso de máscara em locais fechados na segunda-feira em Teresina - Foto: Pixabay

De acordo com o Decreto nº 22.200, publicado no dia 7 de março, fica mantido o uso obrigatório de máscaras em pessoas com  maior risco de desenvolver formas graves da Covid-19, como idosos, gestantes, puérperas, imunocomprometidos, transplantados e portadores de câncer, acidente vascular cerebral, doença renal crônica, doenças pulmonares crônicas, cardiopatia grave, hepatopatia crônica, diabetes mellitus não controlado e obesidade), bem como em indivíduos com indicação médica de manter o uso ou que, por decisão individual, prefira manter o uso.

Marcelo Adriano, Neurologista e integrante do COE-FMS, disse que Teresina inicia a quarta etapa de flexibilização e que o uso de máscara passa a ser opcional aos cidadãos.

Marcelo Adriano, Neurologista e integrante do COE-FMS  - Imagem: ReproduçãoMarcelo Adriano, Neurologista e integrante do COE-FMS  - Imagem: Reprodução

"Teresina inicia agora, a quarta etapa de flexibilização das medidas excepcionais de contenção da Covid-19. O uso de máscara passa a ser opcional aos cidadãos. A decisão pela revogação da obrigatoriedade foi baseada nos indicadores epidemiológicos locais. É importante reforçar que o uso da máscara não ficou proibido, pelo contrário, as pessoas que preferirem ou precisarem manter o uso por qualquer motivo que seja, terão toda liberdade e até nosso apoio para que continuem fazendo assim", finaliza.

Desde 14 de março, a não obrigatoriedade da máscara era apenas para os espaços ao ar livre, incluindo espaços de lazer e dedicados à prática esportiva.