Com os avanços dos casos de Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus no mundo, as empresas concessionárias de Parcerias Público Privada (PPP) do Governo do Estado têm adotado medidas para evitar a propagação do vírus no Piauí. Locais como o Terminal Rodoviário de Teresina e a Nova Ceasa, por exemplo, têm um fluxo diário de milhares de pessoas, além da natural aglomeração de permissionários. A Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc) tem sugerido e acompanhando essas ações, a fim de reforçar o bem estar da população, uma das prioridades nos projetos de PPPs pensados para o Piauí.

Além do Terminal Rodoviário Lucídio Portela, em Teresina, os terminais rodoviários de Picos e Floriano intensificaram as ações diárias de limpeza para evitar a propagação de vírus. Funcionários estão usando máscaras e cartazes informativos com dicas de como evitar o contágio do novo Coronavírus estão sendo afixados para reforçar as orientações de higiene entre passageiros, funcionários e visitantes.

Viviane Moura, superintendente da Suprac. Foto: Efrém RibeiroViviane Moura, superintendente da Suprac. Foto: Efrém Ribeiro

Na Nova Ceasa, o comércio continua aberto ao público, mas os cuidados foram redobrados. Por lá, eles estão usando uma importante arma para combater a disseminação do novo Coronavírus: a informação correta! Nessa terça-feira, 17, o galpão do Feijão Verde, um dos mais movimentados do mercado, recebeu uma palestra da médica infectologista Amparo Salmito. Feirantes e clientes puderam tirar dúvidas sobre as formas de transmissão da doença e o que fazer para se prevenir. “Se o indivíduo não se protege e tem contato com esta superfície em nove dias, ele possivelmente se infectará. Porém, em apenas um minuto, após a utilização do álcool 70%, o vírus estará exterminado. Atualmente, não existe vacina para prevenir o Covid-19, portanto vamos nos prevenir de todas as maneiras possíveis”, orientou a médica.

Serviço de Água

Para evitar aglomerações, a concessionária Águas de Teresina emitiu comunicado para que os clientes busquem os canais digitais ou teleatendimento para solicitar serviços e tirar dúvidas. Pedidos de ligação nova de água e esgoto e troca de titularidade, por exemplo, podem ser solicitados pelo WhatsApp (86) 98124-3199. Outros canais de teleatendimento são pelos telefones 0800 223 2000 e 115. Todos funcionam 24 horas, todos os dias, incluindo fins de semana e feriados. A concessionária dispõe ainda do aplicativo Águas App, disponível para IOS e Android; além dos Serviços Online, que pode ser acessado no site da empresa (http://www.aguasdeteresina.com.br/).

Para Viviane Moura, superintendente da Suparc, as ações demonstram a responsabilidade das concessionárias em prestar um serviço de qualidade, mas também unir forças em prol do bem estar coletivo. "Fazemos o acompanhamento constante do trabalho das concessionárias e, neste momento, não seria diferente. Todos os projetos pensados priorizam o desenvolvimento social do nosso povo e saúde e bem estar  são essenciais neste contexto. É hora de unir forças, cumprir as recomendações e combater a disseminação desse vírus".

Aumento do acesso à água também é mais saúde para a população

Também é graças a uma PPP que a população de Teresina melhorou o acesso ao serviço de água e saneamento. Em menos de três anos de atuação, a concessionária Águas de Teresina já beneficiou cerca de 6 mil famílias da capital que vivem em áreas de ocupação com a implantação da rede de água tratada e esgoto. Fora a melhoria na qualidade do serviço em toda a capital.

"São pessoas que hoje podem contar com água dentro de casa para executar uma das orientações mais reforçadas neste momento de pandemia: lavar as mãos. Água é higiene, é saúde e, hoje, Teresina conta com um serviço que é premiado nacionalmente pelos resultados alcançados", destaca Viviane Moura.

Além de reforçar a higienização das mãos, outras orientações do Ministério da Saúde para combater o novo Coronavírus é cobrir o nariz e a boca com o cotovelo, quando tossir ou espirrar; evitar contato direto com pessoas que apresentem infecções respiratórias; não compartilhar utensílios pessoais e evitar tocar nos olhos, nariz e boca.