Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Coronavírus: Amazonas tem 90% dos leitos cheios e prevê colapso

Ao todo, o Amazonas possui 6.710 leitos, entre a rede pública e privada

Compartilhe

Em uma coletiva de imprensa realizada na quinta-feira (16), o Governo do Amazonas admitiu que o sistema de saúde do estado já apresentava insuficiência da capacidade de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) antes da pandemia da Covid-19. Para evitar um colapso, o estado tem tomado medidas que aumentem o número de leitos para os pacientes. Na última atualização, neste sábado (18), o número de contaminados no estado era de mais de 1,8 mil. 161 já morreram.

Segundo dados do governo, quase 90% do leitos totais estão ocupados. Ao todo, o Amazonas possui 6.710 leitos, entre a rede pública e privada. Confira a tabela:

Número de leitos Covid-19 no Amazonas

Veja também

ver mais de "coronavírus"

NÚMERO DE LEITOS TOTAIS 6.710 Rede Pública 5.622 Rede Privada 1.088 

NÚMERO DE LEITOS DE UTI TOTAIS 639 Rede Pública 466 Rede Privada 173 

Em pronunciamento na quinta-feira (16), a secretária de saúde, Simone Papaiz, disse que a lotação em unidades de saúde do Amazonas é por conta do aumento do número de casos do novo coronavírus no estado. O governo afirmou ainda que "os leitos já apresentavam insuficiência para a rede pública, mesmo antes da pandemia".

“No Estado do Amazonas, nos últimos 10 anos, o número de leitos disponíveis no SUS já era um número insuficiente para a rede. Isso é importante a população saber. Com a pandemia, nós superlotamos as unidades hospitalares. Então, a insuficiência de leitos já era estabelecida. Já era fato”, disse.

Conforme dados oficiais do governo, o total de leitos que estão disponíveis para pacientes diagnosticados com covid-19 é de 504. Já os leitos ocupados com pacientes do novo coronavírus (confirmado e suspeitos) contabiliza 390 - que representa uma taxa de 77% de ocupação.

Neste sábado, a Fundação de Vigilância em Saúde detalhou que o Amazonas tem 681 pessoas internadas - entre leitos clínicos e UTI, na rede pública e privada. De pacientes confirmados com Covid-19, são 88 internados em estado grave de saúde nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), e 68 em leitos clínicos.

Os dados de leitos disponíveis e de internações são somente da rede pública do Estado. Não estão inclusos os leitos do Hospital de Campanha do Município de Manaus nem os da rede privada. São contabilizados na listagem, portanto, os hospitais:

-HPS Delphina Aziz;

-HPS 28 de Agosto;

-HPS Platão Araújo;

-HPS João Lúcio.

Ainda segundo o governo, o número total de leitos de unidade de terapia intensiva no Amazonas é de 639, sendo 466 na rede pública e 173 na rede privada. Até esta sexta-feira (17), os dados do governo informaram que haviam 141 leitos de UTI disponíveis. A taxa de ocupação é de 88%. 

Como forma de medidas para aumentar o número de leitos, o governo possui uma projeção de leitos para pacientes da Covid-19. Ao todo, serão 1.023 leitos. Confira:

-HPS Delphina Aziz: 350 leitos;

-Hospital Nilton Lins: 400 leitos;

-HPS 28 de Agosto: 145;

-HPS Platão Araújo: 74;

-HPS João Lucio: 54.

Respiradores

Segundo o estado, atualmente, o Amazonas possui 682 respiradores cadastrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). Desse número, 232 estão voltados para o atendimento de pacientes com Covid-19, sendo 66% disponíveis para a pandemia.

Hospital de retaguarda

Entre as medidas que o governo adotou para correr em combate ao novo coronavírus, o estado alugou o Hospital Nilton Lins que atenderá pacientes de Covid-19. A unidade foi aberta na manhã deste sábado (18) e servirá, também, como referência para tratamentos.

Inicialmente, o hospital possui 32 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e cem leitos clínicos. A unidade possui estrutura para 450 leitos. Os demais serão abertos nas próximas semanas.

No quadro de profissionais da saúde que atuarão na unidade hospitalar, estarão em linha de frente os aprovados no concurso do corpo de bombeiros do ano de 2009 que, também, participaram da abertura neste sábado (18).




Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar