Diversos países da Europa e de outros continentes aderiram nesta segunda-feira (21) às restrições aos voos do Reino Unido, onde uma nova variante de coronavírus, mais transmissível, foi detectada.

A Rússia foi um deles: vai suspender os voos entre o país e o Reino Unido a partir de terça-feira.

O Reino Unido identificou a variante do coronavírus, mas ele foi detectado em outros países: os governos da Austrália, Itália e Holanda afirmaram que encontraram pacientes infectados com essa cepa do vírus. Também foram encontrados casos em Gibraltar e na Dinamarca, segundo Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido.

LEIA TAMBÉM: 

-  Após quatro países da Europa, Austrália vê nova cepa da Covid -19

-  O que se sabe sobre a nova cepa de coronavírus que reinfectou pessoas

Reino Unido diz que mutação do coronavírus está 'fora de controle'

Países da Europa começaram a impor restrições a viajantes do Reino Unido no domingo.

As medidas são para proteção contra a disseminação de uma nova cepa do coronavírus Sars-Cov-2 que os britânicos disseram estar em circulação em seu território e que seria até 70% mais transmissível. A mutação foi chamada de VUI202012/01.

Johnson, o primeiro-ministro do Reino Unido, vai participar de um encontro de emergência nesta segunda-feira para discutir o fechamento de fronteiras. Um dos focos será o transporte de cargas.

As autoridades da União Europeia também vão se reunir para falar sobre uma reação em conjunto à ameaça da variante do coronavírus.

A Noruega anunciou que interrompeu a conexão aérea com o país. Serão 48 horas sem voos.

Ela se junta a França, Alemanha, Holanda, Bélgica, Áustria, Irlanda, Itália, Bulgária, Suécia, Romênia, Lituânia, Letônia, Estônia, Finlândia, Croácia, Macedônia, Polônia e República Checa, que anunciaram restrições a viajantes com origem no Reino Unido.

Passageiros aguardam a remarcação de voos na Alemanha (à esquerda) e no Aeroporto de Heathrow, em Londres (à direita) — Foto: Reuters Passageiros aguardam a remarcação de voos na Alemanha (à esquerda) e no Aeroporto de Heathrow, em Londres (à direita) — Foto: Reuters 

América do Norte e do Sul, África e Ásia

A Índia também anunciou nesta segunda-feira a proibição de voos com origem no Reino Unido, pelo mesmo motivo, assim como Hong Kong.

Na América do Sul, Argentina, Colômbia, Chile e Peru decidiram fechar as suas fronteiras aéreas com o Reino Unido devido ao avanço da nova variante do coronavírus. El Salvador e Canadá também impuseram restrições.

África do Sul e Marrocos já haviam anunciado a interrupção do tráfego aéreo com o Reino Unido.

Países da Península Arábica

A Arábia Saudita, o Kuwait e Omã fecharam suas fronteiras e suspenderam os voos comerciais por receio da nova cepa de coronavírus nesta terça-feira.

Os sauditas já haviam fechado as fronteiras marítimas no domingo.

As medidas não se aplicam à movimentação de cargas de países onde não foi identificada a nova variante.