mais

Coronavírus: SP confirma mais 6 óbitos e investiga morte de médica

Ela morreu em consequência de problemas respiratórios e fez teste da covid-19

A secretaria de Saúde de São Paulo confirmou hoje mais seis mortes relacionadas ao novo coronavírus no estado. Ao todo, são 15 mortes registradas. Em coletiva realizada hoje, o governo afirmou que também investiga o caso de uma médica que morreu em consequência de problemas respiratórios e fez teste da covid-19. Ainda não houve resultado do exame realizado para detectar a presença do vírus.

"É uma médica generalista. Ela trabalha no serviço público municipal. Quando foi para o hospital, ela não tinha a doença, mas era uma pessoa cardiopata e hipertensa. Nós estamos levantando porque foi no final da manhã que recebemos a informação. Acreditamos que o óbito foi ontem", contou o secretário de Saúde da cidade de São Paulo, Edson Aparecido.

A médica apresentou complicações por causa das doenças cardíacas durante o carnaval e foi internada em 23 de fevereiro. Ainda não se sabe quando ocorreu a contaminação, mas durante a internação, a profissional de saúde passou a ter problemas respiratórios.

"Durante a internação, a médica passou a ter insuficiência respiratória e pulmonar. Seu óbito está como suspeita. Ela teria adquirido [covid-19] na sua internação no hospital, o que preserva momento anterior de quando trabalhava na rede pública".

O Hospital Sancta Maggiore é o princopal local de mortes de infectados com o coronavírus do país. Ontem, Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo informou que a Vigilância Epidemiológica realizou uma inspeção neste hospital. O órgão da Prefeitura disse ter constatado a existência de casos suspeitos não notificados no hospital, "incluindo casos que levaram pacientes à morte por covid-19".

"A equipe do município fez duas investigações. Uma de ordem sanitária, uma de ordem epidemiológica e constatou uma série de problemas no fluxo hospital, no isolamento de pacientes suspeitos de ter o covid, superlotação. A Secretaria municipal fez uma autuação para que altere todo este quadro. O hospital tem que fazer a correção".

O estado de São Paulo está com 34 pacientes em UTI (unidade de terapia intensiva) em decorrência da covid-19 e outros 9.000 possíveis casos de contaminação pelo novo coronavírus que estão em investigação. Em relação as seis mortes confirmadas por coronavírus na manhã deste sábado, quatro são mulheres e dois, homens.

(Por: UOL) 


AMANDA PEROBELLI / REUTERS AMANDA PEROBELLI / REUTERS 

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail