Uma mulher, em Wellington (Nova Zelândia), declarou durante entrevista a TV local na sexta-feira (11), que vai se divorciar do marido.O motivo é bem simples:  ele tomou dose de reforço contra a Covid-19.

"Estou deixando o meu marido. Ele recebeu o reforço hoje. Ele se foi. Não quero nada com ele", afirmou a mulher ao 1 News. "Eu honestamente acredito que ele vai morrer", completou.

A mulher resolveu deixar o marido porque ele tomou a dose de reforço - reproduçãoA mulher resolveu deixar o marido porque ele tomou a dose de reforço - reprodução

Manifestantes

A neozalandesa fazia parte de um grupo de manifestantes que se reuniram contra as políticas estritas durantre a pandemia adotadas pelo país da Oceania.

O país, onde 76% da população está totalmente vacinada, tornou obrigatórios as doses para certas profissões, incluindo policiais, médicos e soldados.

A Nova Zelândia também introduziu passaportes de vacinas, o que deixou certos locais públicos inacessíveis para aqueles que não foram vacinados.