Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Covid-19: Paraíba terá toque de recolher e fechará acesso a praias

Segundo boletim da Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba, o Estado tem 4.356 mortes confirmadas pela covid-19. Nas últimas 24 horas foram confirmados mais 1.004 novos casos da doença.

Compartilhe

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), e o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), anunciaram hoje que o estado terá toque de recolher, no horário das 22h às 5h. Na capital, será fechado o acesso as praias. As medidas entram amanhã em vigor e duram 15 dias inicialmente. O objetivo é tentar barrar o aumento dos casos de coronavírus na Paraíba, que conta com ocupação de 63% dos leitos nos hospitais. 

O governo da Paraíba também divulgou que as aulas da rede pública estadual, previstas para serem iniciadas no dia 1 de março, foram adiadas na Paraíba, mas não há previsão de nova data. Outras decisões sobre funcionamento de bares, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais serão detalhadas no decreto que será publicado amanhã.

Segundo boletim da Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba, o Estado tem 4.356 mortes confirmadas pela covid-19. Nas últimas 24 horas foram confirmados mais 1.004 novos casos da doença.

João Azevêdo anuncia toque de recolher, adiamento de aulas e fechamento do acesso as praias - Imagem: José Marques/Governo da Paraíba

As decisões foram tomadas após reunião entre os dois governantes na manhã de hoje. Azevêdo afirmou que as medidas são duras, porém necessárias para conter o avanço da covid-19.

Após o anúncio feito pelo governador da Paraíba, a Arquidiocese da Paraíba emitiu nota informando a suspensão das missas pelo período inicial de 15 dias, também com o objetivo de evitar a proliferação do coronavírus. 

Durante o final de semana, Azevêdo, Lucena e vários médicos gravaram vídeos que viralizaram nas redes sociais falando da preocupação com o aumento de casos, e pedindo consciência por parte da população. Também viralizaram vídeos de aglomeração em bares, restaurantes e praias da capital com pessoas sem máscara e sem distanciamento social.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar