mais

Covid-19: Sesapi investiga caso suspeito da variante Delta no Piauí

A infecção pela variante ainda não foi confirmada, mas inspira cuidados já que o paciente esteve em São Paulo e chegou recentemente.

Está internado no Hospital Regional Justino Luz, na cidade de Picos, desde o dia 04 de setembro, um paciente com suspeita de portar a variante Delta do novo coronavirus. O paciente é um homem de 72 anos e está em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) isolado. Ele já foi submetido a exame e o material enviado ao Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí (LACEN) para análise através do método RT-PCR.

Segundo o portal Grande Picos, a infecção pela variante ainda não foi confirmada, mas inspira cuidados já que o paciente esteve em São Paulo e chegou recentemente a cidade de Picos com sintomas da doença. Por precaução, a unidade de saúde realiza o tratamento de forma isolada até a emissão do resultado do teste pelo Laboratório Central do Piaui.

De acordo com a coordenadora de Epidemiologia da Sesapi, Amélia Costa, as informações repassadas pelo hospital é que o homem viajou para São Paulo no dia 12 de agosto e retornou a Picos no dia 24 do mesmo mês. “No dia 26 de agosto ele apresentou os primeiros sintomas da doença, porém só procurou o hospital no dia três de setembro, onde se encontra internado na UTI. Sabendo que ele era oriundo de uma cidade que há circulação alta da variante Delta, solicitamos a unidade de saúde amostras para realização do sequenciamento genético”, explica à coordenadora. 

Paciente está internado no Hospital Regional Justino Luz, em Picos - Foto: ReproduçãoPaciente está internado no Hospital Regional Justino Luz, em Picos - Foto: Reprodução

A amostra para sequenciamento genético do paciente será enviada para a FioCruz, no Rio de Janeiro, para a detecção de qual cepa o homem foi infectado. “Como ele apresentou uma carga viral abaixo de 25, fizemos a solicitação de sequenciamento para a FioCruz e estamos preparando o material para envio”, disse a coordenadora de Epidemiologia. 

O homem realizou a viagem de São Paulo para Picos por meio de um ônibus clandestino, o que está dificultando o rastreio dos demais passageiros, pelas Vigilâncias de Picos e da Sesapi. “Pedimos às pessoas que estavam neste ônibus, que procurem as secretarias de seus municípios, para que possamos fazer o monitoramento de todos os contatos. Nós estamos trabalhando em conjunto com a secretaria de Saúde de Picos, para encontrar a empresa de transporte e tentar localizar o maior número de passageiros possível”, lembra Amélia Costa. 

Outra situação que levou ao agravo do quadro de saúde do paciente é o fato dele, mesmo com 72 anos, não ter tomando nenhuma dose das vacinas contra a Covid-19. Ele também é portador de uma doença cardíaca crônica. “Nós já estamos com a vacinação avançada para faixas mais jovens em nosso estado, porém este paciente não tomou a vacina o que agravou seu quadro clínico, além da comorbidade que possuí. Por isso alertamos para a necessidade da vacinação e da continuidade dos demais cuidados, como o uso de máscara, não aglomeração, que estão sendo negligenciados por muitas pessoas”, ressalta Amélia Costa.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail