Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Covid: Medicamento antiviral melhora tempo de recuperação de pacientes

Trabalho publicado nesta sexta-feira pelo "The New England Journal of Medicine" mostra resultado de testes com Remdesivir em pacientes internados e com infecção do trato respiratório inferior.

Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

Um estudo publicado na sexta-feira (22) pelo 'The New England Journal of Medicine' afirma que o medicamento antiviral experimental Remdesivir melhora o tempo de recuperação de pacientes de Covid-19 hospitalizados e com infecção do trato respiratório inferior.

O estudo, patrocinado pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID) dos EUA, envolveu 1.063 pacientes em 10 países, durante um período de 58 países, que consentiram em participar dos testes recebendo o medicamento ou um placebo.

Os resultados apontam que, entre os que se recuperaram, aqueles que tomaram Remdesivir o fizeram em um prazo médio de 11 dias, comparados com os 15 dias necessários para os que receberam placebo.

Os pacientes foram acompanhados diariamente durante o tratamento, usando uma escala com oito pontos, que variava da recuperação total à morte. Foram considerados recuperados aqueles que tiveram alta hospitalar ou foram avaliados pelos médicos como estando em condições físicas de deixar o hospital.

Houve também uma taxa de mortalidade menor entre o grupo que recebeu o Remdesivir, mas os pesquisadores afirmam que ela não é estatisticamente significativa. Em um prazo de 14 dias, foi de 7,1% entre os que tomaram a droga, contra 11,9% entre os que não tomaram.

O estudo apoia o uso do medicamento como terapia padrão para pacientes hospitalizados com Covid-19 e que necessitam de oxigenoterapia suplementar, de acordo com os autores. No entanto, ressalta que essa taxa de mortalidade de 7,1% em 14 dias indica uma necessidade de avaliar a associação a antivirais como outros agentes terapêuticos.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar