Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Coronavírus no Piauí: Número de mortes sobe para 24 e casos vão a 454

Segundo a Sesapi, foram confirmados mais 34 casos da doença ( 13 mulheres e 21 homens)

Compartilhe

O boletim epidemiológico divulgado na noite desta terça-feira (28) pela Secretaria de Saúde apontou o aumento de 420 para 454 no número de casos confirmados de coronavírus no Piauí.

Foram confirmadas mais duas mortes e o total de óbitos chega a 24. Trata-se de uma idosa de 73 anos, natural de Teresina , que faleceu em hospital particular dacapital. Ela tinha histórico de neuropatia. O segundo caso é um idoso, de 77 anos, também de Teresina, que sofria de cardiopatia crônica.

Segundo o boletim, foram confirmados mais 34 casos da doença ( 13 mulheres e 21 homens) , sendo registrados novos casos em Morro Cabeça no Tempo, Palmeirais, São Pedro e Queimada Nova. Com isso, 54 municípios passam a ter casos de Covid-19.

O Estado possui 4730 casos descartados. São 172 internados (110 leitos clínicos , 60 em UTI e e 2 em leito de estabilização) e 129 altas.


474 mortes em 24 horas


O número de pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus no Brasil subiu para 71.886 e o total de mortes chega a 5.017. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde na tarde desta terça-feira. No último balanço do governo, na segunda-feira, o total de infectados chegava a 66.501, com 4.543 mortes confirmadas.

Este é o maior número de mortes por Covid-19 já registrado em um único dia desde o início da epidemia no Brasil. Em comparação com ontem, a quantidade subiu 10,4%, com 474 óbitos notificados.

Brasil ultrapassa a China

O Ministério da Saúde confirmou esta terça-feira o registro de 5.017 óbitos por coronavírus. Com isso, o país passou a China no número de mortes pela Covid-19 – até agora, a nação asiática registrou 4.637 vítimas fatais, segundo o Centro Europeu de Prevenção e Controle das Doenças (UE).


Piauí precisa de R$ 8 bilhões

O governador Wellington Dias (PT) destacou na terça-feira, 28 de abril, a importância das parcerias público-privadas na retomada da economia no pós-pandemia. No Piauí, o líder sintetizou que serão necessários entre R$ 7 bilhões a R$ 8 bilhões para impulsionar os setores.

“(A Superintendência de Parcerias e Concessões) Vem trabalhando uma carteira de projetos e todos eles queremos colocar na ordem do dia com prioridade, parcerias público-privado, investimentos diretos, vamos precisar de um volume muito forte, estimamos que no Piauí nos próximos anos vamos trabalhar em cerca de R$ 7 bilhões a R$ 8 bilhões para impulsionar, o Poder público deve estar na linha de frente, resolvendo os problemas do povo brasileiro”, comentou.

100 mil pessoas entraram no Piauí

O governador Wellington Dias (PT) participou na terça-feira, 28 de abril, de um seminário virtual onde discutiu o tema ‘A visão do Governo do Estado do Piauí para as PPPs e Concessões neste novo cenário’, na ocasião, o líder estadual fez uma síntese sobre a pandemia da Covid-19 no Piauí, indicando a preocupação com os altos índices nos Estados vizinhos.

Dias destacou que está conversando com a equipe do ministro da Economia Paulo Guedes para que seja encontrada uma solução o mais rápido possível, de modo que os Estados possam projetar uma retomada.

“O objetivo é traçar um plano nacional, não há saída para um estado isoladamente. Se as coisas tão boas no Piauí as pessoas correm pra cá, grupo de empresas contrata vagas no nosso sistema particular, chegaram mais ou menos 100 mil pessoas, que vieram para dentro do Estado nesse período”, afirmou.

Grávida com coronavírus

O município de Palmeirais registrou, nesta terça-feira (28), o primeiro caso de Covid-19. Trata-se de uma paciente grávida, de 39 anos, moradora da zona Rural. A paciente deu entrada no Hospital Regional Aristides Saraiva de Almeida na quinta-feira (23), quando foi encaminhada à Maternidade Dona Evangelina Rosa, em Teresina, por se tratar de um caso com gravidez.

Ela está internada na UTI, em uma ala exclusiva para pacientes com Covid e foi submetida a uma cesárea no sábado (25). O bebê nasceu bem, não foi infectado pelo vírus e segue acompanhamento. O quadro da saúde da paciente é estável.

Clínicas devem avisar sobre casos de falta de ar

Novo decreto da Prefeitura de Teresina deverá obrigar clínicas e hospitais (públicos e privados) a informarem dados de todos os atendimentos médicos que atestarem síndromes gripais e síndrome de falta de ar. A medida da PMT visa justamente identificar o nível de subnotificação dos casos de coronavírus, já que a falta de ar é um dos sintomas da COVID-19.

Os dados deverão obrigatoriamente ser repassados para a FMS através de relatório a ser disponibilizado via internet. Esses relatórios deverão ser feitos diariamente pelas clínicas e hospitais.

Retomada de atividades econômicas

Através de videoconferência realizada na manhã desta terça-feira (28), o prefeito Firmino Filho se reuniu com os vereadores para apresentar um balanço das ações realizadas pela Prefeitura de Teresina no combate ao Novo Coronavírus.

Na conferência, os vereadores elogiaram as ações adotadas pela Prefeitura e alguns questionaram o prefeito sobre os estudos para iniciar a flexibilização do isolamento social. Firmino informou que foi criada uma comissão que está discutindo com representantes dos empresários e trabalhadores algumas estratégias para a retomada das atividades econômicas em Teresina. “Precisamos ter total segurança para fazer essa reabertura, que deve ser lenta e gradual”, ressaltou.

30 leitos de UTI no Piauí

O Ministério da Saúde habilitou mais 497 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo 5 deles de UTI pediátrica, para atender exclusivamente pacientes graves ou críticos da doença.

O Ministério da Saúde habilitou 30 leitos de UTI no Piauí, sendo 20 no Hospital Getúlio Vargas (HGV) , em Teresina), e dez leitos no Hospital Justino Luz, em Picos, somando R$ 2,920 milhões, sendo R$ 1, 460 milhão para cada um dos hospitais.

O Hospital Alarico Pacheco, de Timon, terá dez leitos de UTI habilitados e receberá R$ 1,460 milhão do Ministério da Saúde.

As portarias com as publicações já estão disponíveis no Diário Oficial da União (DOU). Com essas publicações, o total de leitos habilitados no Brasil, somente em abril, chega a 2.258, sendo 26 deles de UTI pediátrica.

Respiradores de baixo custo

A startup piauiense Tron, em parceria com a Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar), apresentou ao Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) e Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), um protótipo de respirador mecânico pulmonar, de baixo custo, feito com materiais acessíveis e que opera em diversos modos respiratórios.

O projeto segue as normas da Associação Brasileira de Medicina e recebeu um feedback positivo da equipe médica do Hospital Getúlio Vargas (HGV) e Universidade Estadual do Piauí (Uespi), que acompanharam a demonstração do equipamento.

O projeto do professor dr. em Física, Gildário Lima, foi apresentado aos profissionais da saúde no HGV nessa segunda-feira (27).


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar