Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

CRA-PI realiza live sobre mudanças de consumo no período pós-pandemia

A empresária Van Fernandes, comentou que o momento requer muita atenção dos profissionais de administração na abordagem de situações

Compartilhe

Durante a pandemia do novo coronavirus as lives ganharam mais intensidade e valorização, como um meio de propagação de informações. Diante disso, o Conselho Regional de Administração do Piauí (CRA-PI), através de seu Instagram, realizou um bate-papo com a empresária, administradora e acionista do Grupo Vanguarda, Van Fernandes, sobre as mudanças no consumo no período pós pandemia.

O bate-papo foi conduzido pela vice-presidente do CRA-PI, Letícia Muniz, que informou a importância das lives para o compartilhamento de informações. "Durante a pandemia, o Conselho Federal de Administração (CFA) deu início a um movimento de lives tratando de temáticas importantes para a categoria administrativa e à sociedade. Esse movimento está sendo conduzido pelos CRA´s de todo o Brasil e é importantíssimo, justamente, por ser um meio propagador de informações de qualidade, e que o faz de forma positiva, otimista para os nossos administradores, empresários e empreendedores, diante de todo esse cenário e de tudo que está acontecendo", relata.

Dando prosseguimento à conversa, a empresária Van Fernandes, comentou que o momento requer muita atenção dos profissionais de administração na abordagem de situações. "Sabemos que vivemos, independente de momento e de pandemia, o tempo todo para administrar problemas. E quando se está num momento desse tão dramático de crise na saúde afeta não só a economia, mas também a situação política, dentre outras conjunturas. Este cenário se torna ainda mais sensível para os profissionais da administração", afirma.

O consumo sofreu alterações na escolha do que se comprar e em qual meio. "As pessoas aprenderam a fazer suas próprias refeições, produzir pratos novos, receitas e, consequentemente, buscar esses produtos no supermercado, através de aplicativo ou pessoalmente. Inicialmente, tivemos problemas com a linha de bebidas porque não tínhamos o estoque suficiente. Essa foi uma das mudanças provocadas pela pandemia, porque com os restaurantes fechados as pessoas passaram a consumir esses produtos em casa", ressalta a empresária.

Para a continuidade aos serviços e atendimento aos clientes, adaptações tiveram que ser feitas para minimizar os riscos de contágio entre os funcionários e clientes. Van Fernandes pontua que adaptações foram necessárias, com as mudanças de consumo.

"Alguns planejamentos que tínhamos de investimento para iniciar no meio e final do ano, ou início de 2021, tiveram que ser antecipados. Implantamos o Self Check out em cada loja, que é um caixa automático em que o cliente paga sem precisar do operador de caixa, além do E-commerce, pois tivemos que iniciar com o delivery no WhatsApp a queima roupa, porque muitas pessoas ficaram temerosas de ir ao supermercado e depois implantamos o delivery com aplicativo, algo mais profissional e organizado e que vai ser permanente", finaliza a acionista do Grupo Vanguarda.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar