Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Wellington Dias aguarda ação da Justiça para decretar lockdown no PI

Medidas restritivas como a interrupção do transporte interestadual serão adotadas no fim de semana, porém o lockdown durante a semana dependerá de manifestação da Justiça.

Compartilhe

O governador Wellington Dias (PT) se reuniu nesta sexta-feira, 19 de junho, com o Comitê Científico Covid-19, onde foi definido o estabelecimento de medidas restritivas no final de semana  para as atividades não essenciais, tal como a interrupção do  transporte interestadual. A possibilidade de extensão do lockdown para os demais dias da semana chegou a ser tratada, porém, o Governo chegou ao indicativo de que o ideal é esperar uma manifestação da Justiça sobre a questão. 

"Temos uma situação que de um lado temos notícias boas:  tivemos queda de doenças respiratórias agudas grave, tínhamos 40 vezes mais com pacientes com doenças respiratórias, chegou  a um patamar surpreendente e agora nestes últimos dias foi  caindo, tínhamos  450 casos de pacientes graves com doenças respiratórias, caiu para 77. A outra notícia que vínhamos numa queda na  transmissibilidade, houve uma desobediência, e aprovou agora orientado com as equipes técnicas para que neste sábado e domingo adotemos medidas de interrupção do transporte interurbano", disse em entrevista à  Rádio  Imperial. 

Divulgação

Dias não descarta o lockdown, mas sinalizou que ele não deve ocorrer agora. Além disso, o líder estadual demonstrou preocupação com a falta de medicamentos, chegando a uma situação de total desabastecimento em alguns Estados. "Sobre lockdown  chegou a ser tratado, mas chegou ao indicativo que  o ideal é uma decisão judicial, que estão tratando para ver uma possibilidade, que seria mais para  frente e não agora, a ideia é que não percamos o controle. Precisamos de muito cuidado, estamos chegando num limite da capacidade médica, mesmo que tenha  respirador, monitor, há uma dificuldade com profissionais, a quantidade de médicos chega no limite, temos uma situação que no Médio Parnaíba, ali na região  de Barras, Esperantina, numa situação também que nos preocupa, com um crescimento muito grande", afirmou.

O governador teve uma reunião com o Ministério da Saúde e demais líderes estaduais para tratar do desabastecimento de insumos, há o indicativo para uma compra junto a Organização Panamerica de Saúde para que o país não fique sem os medicamentos que são essenciais para a assistência aos pacientes em estado grave. 

"Tivemos ontem uma negociação com o Ministério da Saúde para que através da OPAS possa fazer uma grande compra para evitar desabastecimento, nesta semana alguns Estados estavam entrando em colapso pela falta de medicamentos. Vamos editar um decreto dessa medida que estamos adotando para conter um nível elevado do coronavírus", indicou.

O que funciona?

Pelo novo decreto do Estado, no sábado (20), ficam garantidos o funcionamento de:

– farmácias e drogarias;

– serviços de saúde;

– mercados e supermercados;

– panificadoras e padarias;

– atividades de distribuição e comercialização de combustíveis, biocombustíveis, gás liquefeito de petróleo e demais derivados de petróleo;

– borracharias;

–serviços de delivery;

– serviços de segurança e vigilância;

– pontos de alimentação localizados às margens de rodovias;

– serviços de transporte de cargas;

– serviços bancários exclusivamente para pagamento de auxílio emergencial e benefícios sociais e autoatendimento;

– atividades agrícolas e agroindustriais, incluindo colheita, ordenha, armazenagem e secagem, entre outras atividades sob risco de perecimento;

– atividades de obras de infraestrutura de transportes e para a produção de energia realizadas em parques situados na zona rural;

– casas lotéricas;

- concessionárias de veículos, exclusivamente o setor de oficina, para serviços de manutenção e conserto de veículos.


Domingo (21), poderão funcionar apenas:

– farmácias e drogarias;

– serviços de saúde;

– imprensa;

– serviços de segurança e vigilância;

– serviços de delivery exclusivamente para alimentação;

– serviços de autoatendimento bancário;

– borracharias, postos de combustíveis e pontos de alimentação localizados às margens de rodovias e serviços de transporte de cargas;

– atividades agrícolas e agroindustriais, incluindo colheita, ordenha, armazenagem e secagem, entre outras atividades sob risco de perecimento.

Serviços Públicos

Os serviços públicos tais como energia elétrica, saneamento básico, funerários, segurança pública, telecomunicações e radiodifusão, deverão funcionar entre os dias 20 e 21 de junho respeitando as determinações sanitárias expedidas para a contenção do novo coronavírus, inclusive quanto aos atendimentos emergenciais.

Ficarão suspensos, a partir das 24 horas do dia 19 de maio até as 24 horas do dia 21 de junho, os serviços de transporte intermunicipal de passageiros na modalidade rodoviário, classificados como Serviço Convencional, Alternativo, Semi-Urbano ou Fretado. Fica ressalvado da suspensão, o serviço de transporte intermunicipal fretado de pacientes para realização de serviços de saúde. O descumprimento da suspensão determinada sujeitará o infrator à penalidade de retenção do veículo pelo período que durar a suspensão.

Os órgãos envolvidos na fiscalização deverão solicitar a colaboração da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e da Guarda Municipal de Teresina e devem reforçar a fiscalização em relação às aglomeração de pessoas ou consumo de bebidas em locais públicos e direção sob efeito de bebida alcoólica. 

Os pontos de alimentação localizados nas rodovias destinam-se exclusivamente para atendimento de motoristas em trânsito e só funcionarão se devidamente autorizados pelos municípios. Nos escritórios vinculados às transportadoras só funcionarão as atividades indispensáveis ao transporte de cargas, carga e recarga. 

As casas lotéricas poderão funcionar, respeitando o controle do fluxo de pessoas, distanciamento mínimo, uso de máscaras de proteção facial, higienização. Nenhuma atividade ou estabelecimento poderá funcionar desrespeitando as medidas sanitárias de combate à Covid-19.

O objetivo é alcançar um índice de isolamento social na casa dos 55%, o que reduz a propagação do novo coronavírus e, por consequência, evita o colapso do sistema de saúde do Piauí.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar