Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Empresas que já reabriram atividades devem se cadastrar no Pro Piauí

Elas devem preencher os dados referentes às ações do Plano de Segurança Sanitária e Contenção da Covid-19.

Compartilhe

As atividades econômicas previstas nos decretos estaduais que liberam seu funcionamento devem estar alinhadas aos Protocolos Geral e Específicos de cada setor produtivo e deverão realizar os cadastros no site do Pro Piauí (www.propiaui.pi.gov.br) previamente.

No cadastro devem conter informações referentes ao proprietário, responsável técnico, trabalhadores, situação de saúde dos trabalhadores e o preenchimento dos dados referentes às ações do Plano de Segurança Sanitária e Contenção da Covid-19, anexando as evidências que comprovem a execução das ações para suas atividades.

Os Planos estão sendo avaliados e monitorados pela equipe de profissionais da Diretoria de Vigilância Sanitária do Estado (Divisa) por meio do sistema do Pro Piauí.

Ter os Planos de Segurança Sanitária e Contenção da Covid-19 aprovados no sistema Pro Piauí mostram um compromisso das empresas com toda a sociedade. “Isso demonstra de fato que as normas higiênico-sanitárias estão sendo cumpridas, tornando o funcionamento dos seus serviços mais seguros”, destaca Tatiana Chaves, diretora da Vigilância Sanitária do Piauí.

Tatiana Chaves, diretora da Vigilância Sanitária do Piauí - Foto: Divulgação/Sesapi

O sistema foi criado para que os órgãos fiscalizatórios pudessem acompanhar as ações preventivas adotadas pelas empresas no combate à disseminação do novo coronavírus. Dessa maneira, o Governo do Estado teria ainda um maior controle da saúde dos trabalhadores das empresas, após a reabertura do setor econômico.

Apesar dos esforços do Governo do Estado, quanto ao incentivo dos cadastros, o número de empresas inseridas no sistema ainda é baixo. “Isso é preocupante, uma vez que precisamos das informações das empresas para fazer o controle da doença nos estabelecimentos que já tiveram suas atividades liberadas para funcionamento”, afirmou a diretora da Divisa.

O monitoramento é feito por meio da avaliação dos planos e das evidências (registros que mostram a efetivação das ações) postadas pelas empresas. “As evidências também ainda deixam a desejar, implicando em alto número de empresas com planos não aceitos no sistema”, comenta Tatiana Chaves.

O foco do monitoramento das Vigilâncias Sanitárias é o cumprimento das medidas higiênico-sanitárias definidas nos protocolos de retomada dos setores. “O cumprimento das ações higiênico-sanitárias são imprescindíveis para o controle da contaminação neste momento de retomada da econômica no estado”, finalizou a diretora.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar