Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Estudo da EMS sobre hidroxicloroquina deve ser concluído até o dia 12

Os primeiros resultados são dos pacientes em fase moderada da doença.

Compartilhe

Os estudos clínicos promovido pela farmacêutica brasileira EMS e o hospital Albert Einstein para o uso da hidroxicloroquina no tratamento da covid-19 devem ser concluídos no próximo dia 12, sexta-feira.

O diretor médico da EMS, Roberto Amazonas, disse que os primeiros resultados são dos pacientes em fase moderada da doença. Segundo ele, foram recrutados 650 pessoas para participar dos ensaios clínicos.

“Estamos na fase de análise dos dados para esse grupo. E isso deve ser concluída até o dia 12. Daí enviamos para a publicação. Foram cerca de dois meses de pesquisas”, disse Amazonas.

LEIA MAIS: Coronavírus: OMS diz que transmissão por assintomáticos está ocorrendo

O diretor afirmou, ainda, que nesses resultados podem haver uma menção aos dados dos primeiros 15 dias dos estudos do medicamento em pacientes graves. “Já fizemos o recrutamento dos voluntários e neste caso as análises são feitas com 15 dias e com 30 dias de tratamento. Os primeiros dados já terminamos e os resultados também deveremos ter até o dia 12''.

Amazonas, no entanto, disse que os resultados do uso da hidroxicloroquina no tratamento da covid-19 em pacientes em estágios moderados e graves da doença, não devem apontar a diminuição “expressiva” da mortalidade da doença. “Dentro dessa pandemia, cada uma semana equivale a seis meses de pesquisa e já saíram varias publicações sobre o uso da da cloroquina e hidroxicloroquina, alguns indicaram que funcionava e outros que não funcionava. A ciência é feita de contradições, o que é importante nesse cenário é a qualidade do dado, o que fizemos desde o início dos nossos estudos”, disse Amazonas.

Além de pesquisas com pacientes em fases mais avançadas da doença, a EMS também começou um estudo com o uso da hidroxicloroquina em pessoas que estão em estágios leves da covid-19. Esse ensaio, que deve ser realizado em 1,3 mil pessoas, está em fase de recrutamento e em até um mês isso deve ser concluído.

“Como a hidroxicloroquina atua na replicação viral, o uso do medicamento no inicio da doença, teoricamente é o que tem a maior chance de trazer um resultado melhor”, disse Amazonas.





Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar