Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Firmino Filho recorre da decisão que libera supermercados em Teresina

Prefeito destacou a necessidade da restrição neste final de semana para a estratégia de reabertura da economia.

Firmino Filho recorre da decisão que libera supermercados em Teresina
|
Compartilhe

Mantendo a estratégia da adoção de medidas mais restritivas neste final de semana, o prefeito Firmino Filho (PSDB) anunciou que irá recorrer da decisão judicial que liberou o funcionamento dos supermercados no sábado (27) e domingo (28). "A insistência das grandes redes de supermercados por continuar com suas atividades normalmente diante da maior crise da história da cidade é uma demonstração clara de falta de solidariedade com a população de Teresina", disse.

O prefeito de Teresina sinaliza que a ação prejudica a estratégia que visa viabilizar a retomada dos serviços não essenciais a partir do dia 06 de julho. A ação visa reduzir o número de casos e consequentemente a ocupação de leitos de terapia intensiva, que já chega a 85% na cidade. 

"Posicionamento que prejudica a nossa estratégia de reabertura da economia, indo inclusive de encontro do que pensam os comerciários. Eles também entendem que sem um isolamento social mais rígido agora, não podemos garantir o avanço planejado no próximo dia 6 de julho", afirmou.


Firmino ainda destacou que o comércio varejista de alimentos não sofreu grandes prejuízos com a Pandemia, ao contrário de outras atividades que estão há quase 100 dias sem funcionar. "Se tem uma atividade econômica que não pode reclamar de grandes perdas financeiras durante essa crise é a do comércio varejista de alimentação. No caso, os supermercados. Hoje a cidade amanheceu com 85% dos seus leitos de UTI ocupados. Colocar o ganho financeiro acima da saúde de clientes e colaboradores nesse momento é um desrespeito à vida dos teresinenses e à luta dos profissionais de saúde que estão no limite de suas forças", defendeu.


Por fim, o prefeito reiterou a defesa à vida e a necessidade da estratégia para conter a Pandemia.  "Por isso, apesar de ainda não termos sido notificados, adianto que vamos recorrer da decisão judicial que autorizou o funcionamento dos supermercados neste sábado (27). "Ontem eu ouvi de uma pessoa que 'numa guerra não se contam os mortos'. Pois disse e reafirmo. Em Teresina, nenhuma vida vai virar número", concluiu.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar