Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Guia definitivo de como usar máscara corretamente contra o coronavírus

Confira todas as recomendações de como usar os diversos tipos de máscara e proteger-se

Compartilhe

Máscara no rosto e água com sabão nas mãos. São essas as recomendações básicas das autoridades de saúde para se prevenir contra o novo coronavírus. Atualmente, o acessório é obrigatório por lei em muitas cidades do Brasil e também do exterior. Enquanto não houver uma vacina eficiente, o fato é que teremos de conviver com ela por muito tempo. Então, o melhor é deixar essa relação o mais harmoniosa possível. Por isso, o jornal Estadão preparou uma materia especial com um guia definitivo de como usar os diversos tipos de máscara corretamente.

“Usar máscara é um ato de empatia, eu me cuido, mas também cuido do outro”, explica o infectologista Wilian Benedito de Proença Júnior. Ela funciona como uma barreira contra o vírus: quem já estiver contaminado não vai espalhar o vírus ao falar, tossir e espirrar, por exemplo. E aqueles que estiverem saudáveis também terão uma proteção no rosto para não entrarem em contato com partículas contaminadas.

Uso correto da máscara (Foto: Reprodução)

Diversos tipos de máscaras estão disponíveis no mercado, mas, independentemente do modelo, todas têm em comum o uso individual (não compartilhe a sua com outros membros familiares) e exigem cuidados específicos. Quanto ao tipo de máscara, todas são capazes de reduzir a exposição, desde que usadas de forma correta.

“Máscaras muitos folgadas não vão dar a proteção adequadas, já as muito apertadas vão fazer que a pessoa fique tocando o rosto a todo momento para ajustá-la, aumentando a chance de contaminação”, diz Wilian. Por isso, é interessante tirar um tempo para encontrar a máscara mais confortável para o seu formato de rosto e necessidade.

Segundo uma proposta inicial emitida no fim de maio de 2020 pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o uso é indicado para todos, a partir dos dois anos de idade. Em São Paulo, a regra segue a mesma: crianças de até dois anos não são obrigadas usar a proteção, porém acima disso, o não uso pode render uma multa de R$ 524,29.

Apesar disso, a pediatra Iveli Maria Falcone de Lourenço sugere que a criança tenha uma máscara antes da idade obrigatória, para se habituar. "A partir de um ano e meio, eles gostam muito de imitar os pais. Então se o pai usa, ele vai querer usar", ensina. Já a partir dos dois anos, porém, é preciso haver uma negociação: se a criança não usar, eles sairão do local que estão. "Colocar não é o problema, o problema é manter", diz. Por outro lado, se a criança usou e fez tudo direitinho, você deve elogiar. "O reforço positivo é muito importante." Além disso, é crucial explicar para a criança a razão do uso da máscara.

Algo que pode ajudar também é escolher uma que seja confortável e lúdica. "Tem de ter bichinho, desenho, algo que a criança olhe e se identifique", conta.

Para ajudar na escolha e no convívio com a máscara para adultos e crianças, conversamos com diversos especialistas. Confira a seguir.

Tipos de máscara

Máscaras de uso profissional 

Máscaras de uso profissional – N95 e PFF2: são máscaras de uso único. Apesar de sua maior duração, e sua eficiência de filtragem (cerca de 95%), elas são destinadas apenas aos profissionais de saúde.

Máscaras cirúrgicas

Máscaras cirúrgicas  São descartáveis e feitas de TNT, normalmente na cor azul ou branca, e também são destinadas ao uso profissional. 

Máscaras caseiras de tecido

Máscaras caseiras de tecido  Há diversos modelos. “A questão é estar bem acoplada no rosto”, alerta o médico Guilherme Spaziani do Instituto de infectologia Emílio Ribas. “Deve ter três camadas: a que fica em contato com a pele deve ser de algodão, a que fica por fora deve ser impermeável e a do meio, de um tecido respirável.”

Máscaras adesivas

Máscaras adesivas – Um modelo de máscara caseira que não tem alça, mas sim uma vedação de silicone. Tenha a certeza de que a cola não perderá sua capacidade de fixação ao longo do dia. São laváveis e reutilizáveis.

Máscara antiviral

Máscara antiviral –  Esse tipo de máscara é vendida como possível de ser usada por mais de quatro horas por ter íons de prata em sua composição. Mas ainda não há comprovação científica de sua eficácia. 

Face shield

Face shield – O escudo protetor que cobre todo o rosto não dispensa o uso de máscara. É como uma proteção adicional, que ajuda a reforçar a barreira contra eventuais gotículas. 

Uso correto

As máscaras de uso profissional devem ser reservadas para os trabalhadores da área da saúde, não apenas pelo risco de desabastecimento, mas também por gerarem uma quantidade grande de lixo, já que são descartáveis. 

● As máscaras de pano podem ser usadas até no máximo três horas ou até ficarem úmidas. Caso perceba umidade antes das três horas, troque-a, pois isso reduz a sua propriedade de filtrar. Leve a máscara extra em um saquinho tipo zip lock, e tenha outro vazio para colocar a usada.

● Evite tocar na máscara, mas se esquecer, lave a mão ou passe álcool em gel em seguida. Se for preciso retirá-la por alguns segundos, para beber água, por exemplo, é indicado continuar segurando a proteção com uma das mãos. Se não for possível, retire-a pelas alças e dobre-a com a parte interna virada para dentro. Depois, coloque-a novamente e lave as mãos.

●Caso queira retirá-la para comer, portanto uma ação mais demorada, o mais adequado é trocar por outra limpa depois de se alimentar. “Não dá para colocar no queixo, pois para colocar ali você tem que mexer na frente dela e aí você já se contaminou. Ficar pendurada na orelha também não é seguro”, diz o infectologista Guilherme Spaziani, do Instituto Emílio Ribas.

● Por serem reutilizáveis, é importante ter um cuidado extra na limpeza das máscaras. Devem ser lavadas com água e sabão - se preciso, coloque-as em uma solução com água sanitária em uma proporção de 10 ml para 500ml de água. Deixe na solução por cerca de 20 minutos. Retire e lave em água corrente. Depois, seque bem e passe com ferro.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar