Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Inglaterra bate recorde de casos diários da Covid-19, com 6.634 em 24h

Novas restrições para conter o avanço de uma segunda onda da pandemia, como limitar casamentos a somente 15 convidados, entraram em vigor na quinta (24).

Compartilhe

O Reino Unido registrou 6.634 novos casos da Covid-19 em um dia na quinta-feira (24), batendo um novo recorde diário de infecções, segundo o órgão de Saúde britânico.As informações são do G1.

Na terça-feira (22), o governo aumentou o nível de risco da pandemia de três para quatro, numa escala que vai até cinco. No mesmo dia, o primeiro-ministro Boris Johnson anunciou novas restrições, que incluem o fechamento de todos os pubs, bares e restaurantes da Inglaterra às 22h.

Nas últimas duas semanas, seis dos maiores países da Europa, entre eles o Reino Unido, viram o número diário de novos casos duplicar. São eles: Portugal, Espanha, Itália, Alemanha e França.

Britânicos irão passar por vono isolamento -Foto: Foto: Kirsty Wigglesworth/AP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem demonstrado preocupação nos últimos dias com uma segunda onda da pandemia no continente europeu.

No Brasil, foram registrados 31,129 novos casos em 24h nesta sexta-feira, de acordo com o consórcio de veículos. Ao todo, o país já registrou 4.660.368 casos confirmados desde o início da pandemia.

No mundo, já são mais de 32.273 milhões de casos em 235 países e mais de 983 mil mortes por coronavírus, segundo o painel da Universidade Johns Hopkins.

Novas restrições

As novas restrições no Reino Unido entraram em vigor na quinta-feira (24). Além do fechamento mais cedo de bares e restaurantes, casamentos e funerais só poderão ocorrer com, no máximo, 15 e 30 pessoas, respectivamente.

Após ter chamado recentemente os trabalhadores a retornar aos escritórios para impulsionar os centros urbanos, o governo britânico teve que mudar de rumo e pediu aos trabalhadores que voltassem a trabalhar de casa.

O país aumentou as restrições locais nas últimas semanas e Johnson espera utilizar apenas como último recurso um novo confinamento nacional, que teria consequências devastadoras para uma economia já fortemente atingida.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar