mais

Maranhão supera a marca de 9 mil mortes pela Covid-19

Só nesta terça (29) foram 31 novos óbitos registrados. Número de casos já chega a 316.607 em todo o estado

O Maranhão registrou nesta terça-feira (29) mais 31 mortes e 1066 novos casos de Covid-19. Com isso, o estado chegou a 316.607 registros da doença e 9.023 óbitos desde o início da pandemia.

Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Dos novos registros, 138 foram na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 28 em Imperatriz e 900 nos demais municípios do estado.

O estado também chegou a 31.978 casos ativos de Covid-19, ou seja, das pessoas que estão atualmente com a doença. Desse número, 30.440 pessoas estão orientadas a ficar em isolamento domiciliar, 978 estão internados em enfermarias e 560 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Até o momento, 275.606 pacientes já se recuperaram da Covid-19. Quanto aos profissionais da saúde, 4.550 já foram infectados pela Covid-19, 4.349 se recuperaram da doença e 85 morreram.

Ao todo, a Secretaria de Saúde diz que já foram realizados 748.346 testes (rede privada + pública) para a Covid-19, sendo que 529.302 casos foram descartados. O número de casos suspeitos é de 2.027.

Maranhão segue em alta com mortes causados pela covid-19Maranhão segue em alta com mortes causados pela covid-19

Novas cepas no Maranhão

O Maranhão confirmou, no dia 26 de fevereiro, o primeiro caso da variante brasileira P.1 da Covid-19, originalmente identificada no Amazonas. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Já em maio, o Maranhão registrou os primeiros casos da variante indiana do coronavírus (chamada de B.1.617) no Brasil. Foram seis pessoas que chegaram ao estado a bordo do navio MV Shandong da Zhi, atracado no litoral do estado.

Dos seis infectados, um precisou ser levado de helicóptero para um hospital da rede privada no dia 13 de maio. Trata-se de um tripulante indiano de 54 anos.

Cuidados

Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail