mais

Pesquisadores testam vacina da Pfizer contra nova variante do coronavírus

Ainda não se sabe se a cepa sul-africana é mais transmissível ou mais letal: a própria OMS diz que precisará de semanas para compreender melhor o comportamento da variante. Mas a situação preocupa as autoridades.

Diante do surgimento de uma nova variante do coronavíruspossivelmente mais transmissível, a BioNTech anunciou nesta sexta-feira (26) que está testando a vacina desenvolvida com a Pfizer contra a cepa sul-africana

A omicron, como passou a ser chamada, é considerada, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de preocupação pois tem 50 mutações, sendo mais de 30 na proteína "spike" (a "chave" que o vírus usa para entrar nas células e que é o alvo da maioria das vacinas contra a Covid-19).

Vacina da Pfizer será testada contra nova cepa sul-africana | foto: Getty ImagesVacina da Pfizer será testada contra nova cepa sul-africana | foto: Getty Images

Ainda não se sabe se ela é mais transmissível ou mais letal: a própria OMS diz que precisará de semanas para compreender melhor o comportamento da variante. Mas a situação preocupa as autoridades.

Dados do Departamento de Saúde da África do Sul mostraram que a cepa foi responsável por 75% dos novos casos de infecção na província de Gauteng em 22 de novembro (duas semanas após o primeiro registro da B.1.1.529). Sua transmissão foi mais rápida que as variantes Beta e Delta, que demoraram dois meses para se tornar dominantes.

Ameaça à eficácia

Cientistas e especialistas da saúde estão monitorando a nova cepa, também identificada em Botswana, Hong Kong e Israel. Denominada B.1.1.529, a linhagem tem 32 modificações na parte do vírus que se liga às células humanas, chamada de “spike protein” (“espinhos de proteína”) – para efeito de comparação, a variante Delta tem de 11 a 15 mutações.

Essa porção do coronavírus é o alvo das vacinas existentes e dos tratamentos com anticorpos. Isso significa que a variante, denominada B.1.1.529, pode ter um formato diferente do que conhecemos e, assim, representar uma ameaça à eficácia de ambos. Não se sobre sua transmissibilidade e mortalidade.

Ministério da Saúde emite alerta a estados

Apesar de afirmar que ainda não foram detectados casos da nova variante no país, o Ministério da Saúde emitiu, nesta sexta-feira, um alerta de risco às secretarias de saúde sobre a nova variante do coronavírus. Segundo informações do portal O Globo, o comunicado orienta as redes para que façam notificação imediata caso haja detecção de casos da nova cepa. 

Com informações de Época Negócios

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail