Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Reabertura de bares e restaurantes pode sofrer alterações em Teresina

Na capital piauiense o setor agiliza os protocolos para a volta em meio às dúvidas sobre a modalidade de funcionamento

Compartilhe

A reabertura de restaurantes e bares, sem entretenimento e mediante protocolos específicos, está marcada para a segunda-feira (17) no Piauí. Contudo, a retomada das atividades desse setor depende dos indicadores epidemiológicos. Na capital piauiense o setor agiliza os protocolos para a volta em meio às dúvidas sobre a modalidade de funcionamento.

Restaurantes devem adotar protocolos de segurança

De um lado, negócios anseiam pela retomada do atendimento presencial para tentar recuperar a queda no faturamento. Do outro, a Prefeitura de Teresina avalia condições mais seguras para a reabertura, o que provoca incertezas para a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Piauí (Abrasel).

Essa condição foi ocasionada pelos dados da 17ª Pesquisa de Investigação Sorológica, realizada pela Prefeitura da capital entre sete a nove de agosto. O resultado indica que o número de infectados na cidade voltou a subir. Atualmente Teresina possui 11.502 pessoas com o vírus ativo e na fase de transmissão do Coronavírus, um aumento de quase 10% em relação à semana anterior. Diante disso, o prefeito Firmino Filho informou que a fase de reabertura do setor será 'reavaliada'.

Natália Macário, executiva da Abrasel, adianta que se houver mudanças no retorno dos estabelecimentos, as medidas relacionadas às restrições no sábado e domingo podem provocar baixa adesão na retomada do setor.

"O prefeito [Firmino Filho] não falou se vai abrir no fim de semana, então, tem algumas pessoas que falam que não abrir no fim de semana não compensa. Estamos aguardando", relata.

Moema Soares Silva, sócia-administradora de uma pizzaria localizada na Avenida Dom Severino, zona Leste, está de portas fechadas desde o dia 20 de março. Ela conta que durante esses meses houve uma queda de 75% do faturamento. 

"Concordo com a reabertura no dia 17, desde que atendendo a todos os protocolos de segurança, para que não venhamos a ter um maior surto de contaminação de funcionários e clientes. Por isso é tão importante a conscientização de todos nesse processo, seguindo todas as recomendações", declara.

De acordo com a gerente, o local já preparou os procedimentos recomendados como distanciamento das mesas, máscara para os funcionários e limpeza intensificada.

"Existe um protocolo de reabertura que deve ser seguido. Onde tem inúmeros itens, desde a gel na entrada, uso obrigatório de máscara por todos os clientes, proteção no caixa, número reduzido de mesas", informou.

A pizzaria também vai adotar novas dinâmicas. Proibição de uso de galheteiros, saleiros, pimenta que não seja em sachê, talheres embalados individualmente, proibição de pratos expostos na mesa antes do alimento pronto e outras restrições serão aplicadas.

As demais medidas, dispostas nos protocolos sanitários estaduais e municipais, incluem marcação no piso para distanciamento, disponibilização de pia/lavatório com água e sabão ou sabonete líquido na entrada do estabelecimento e tapete sanitizante pedilúvio, além de outras alterações constantes no anexo do decreto Nº 19.922 da Prefeitura Municipal de Teresina.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar