Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

São Paulo vai adiar a volta às aulas presenciais para outubro

xistia uma previsão de que as aulas retornassem no dia 8 de setembro, mas prefeituras de região metropolitana já estavam dizendo que não teriam condições de retorno nesta data.

Compartilhe

As aulas presenciais no estado de São Paulo serão adiadas para outubro. A informação foi dada por membros da gestão João Doria à CBN. O governo de São Paulo anuncia nesta sexta-feira as novas definições para o calendário reabertura das escolas.

Aulas presenciais serão adiadas para outubro em São Paulo - Foto: Reprodução

Existia a previsão de que as aulas retornassem no dia 8 de setembro, mas a condição era que pelo menos 80% das cidades do estados atingissem a fase amarela de flexibilização da quarentena. O adiamento foi necessário já que o estado não deve conseguir chegar a esse patamar. Prefeituras da região metropolitana de São Paulo já haviam assumido que não reabririam as escolas neste ano. A prefeitura da capital paulista também disse que não teria condições de retorno às aulas presenciais em setembro.

Uma pesquisa feita pela Prefeitura de São Paulo aponta de 80% dos pais são contra a volta às aulas presenciais neste ano. O levantamento foi feito por telefone com pais de alunos da rede pública municipal. 32% dos pais ou responsáveis afirmam que as escolas devem reabrir apenas no próximo ano e 46% afirmam que as aulas só devem retornar quando houver uma vacina. Além disso, 71% dos pais preferem que os filhos permaneçam em casa acompanhando os conteúdos à distância.

O desembargador Peterson Barroso Simão, da Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça, atendeu ao pedido do Ministério Público e da Defensoria Pública do Rio, e ainda estipulou uma multa diária de R$ 10 mil para o prefeito Marcelo Crivella em caso de descumprimento. A prefeitura tinha autorizado a retomada das aulas presenciais nas escolas particulares do Rio, ainda de forma voluntária, mas o desembargador destacou que não há recomendação por autoridade médica ou sanitária para isso.

A maior parte das mais de 500 escolas particulares da capital só reabre na semana que vem. Neste primeiro dia de retomada, em algumas instituições, o movimento de alunos foi fraco. Os colégios implementaram uma série de adaptações no espaço físico e no modelo de ensino para evitar o contágio pelo novo coronavírus.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar