Na manhã desta sexta-feira (28)  José Noronha, diretor do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela confirmou que até agora o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) estadual monitora dois casos que se enquadram na definição de risco epidemiológico do novo coronavírus.

Um deles foi notificado ontem pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) e está em debate e investigação com o Centro de Operações de Emergência Nacional (COE) para checar se o caso realmente se enquadra como suspeito. O segundo surgiu hoje (28) ,pela manhã, quando uma pessoa procurou o Hospital Natan Portela apresentando sintomas de um resfriado comum. Em ambos os casos são jovens teresinenses que estiveram em locais afetados pelo coronavírus. 

"São pessoas jovens, com sintomas de resfriado comum e que se enquadram na definição de risco epidemiológico: com febre e sintomas respiratório como tosse, congestão nasal, dor de garganta, falta de ar e que há duas semanas estiveram em um dos países afetados", disse José Noronha. De acordo com o diretor do hospital referência em doenças tropicais no estado, as duas pessoas passam bem, foram encaminhados para casa e vão ficar sob quarentena.

No Piauí os hospitais Natan Portela e o Hospital Infantil Lucídio Portela são de referência terciária, sendo assim, só devem receber suspeitas sob encaminhamento  "Se a pessoa precisar ser internada no hospital, ela vai ser regulada pela central de regulação e encaminhada para o Natan Portela. Em casos suspeitos, pacientes da rede privada podem procurar o pronto atendimento mais próximo da rede conveniada com seu plano e pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar as unidades de pronto atendimento municipais e regionais",  orienta Noronha.

Após a confirmação do primeiro caso de Covid/2019 pelo Brasil, no estado de São Paulo, a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) mantém as mesmas medidas adotadas pelo Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus 2019-nCoV, estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Florentino Neto, secretário de saúde do Piauí, frisa que a Sesapi atua em consonância  com as recomendações do Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde. Quanto a capacidade dos hospitais do Piauí, o secretário afirma que há uma preocupação com a ampliação da capacidade dos leitos do Hospital Natan Portela 

“Nossos hospitais regionais e a atenção básica têm sua função de recepcionar os casos suspeitos e enviar a um hospital regional. Estamos realizando uma reforma reforma nas enfermarias do Natan Portela para que nós possamos ampliar a nossa capacidade de atendimento”, falou.

Durante uma visita ao local na manhã desta sexta-feira, o secretário analisa que o ritmo da reforma segue o padrão adequado e a climatização das enfermarias e leitos de isolamentos já estão sendo feitas. '‘No momento temos que ter foco na prevenção como higienização das mãos e evitar condutas que possam propagar o vírus e ter uma vigilância epidemiológica atenta. O nosso CiEVS está funcionando adequadamente", disse.