mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Volkswagen suspende produção no país por 12 dias por causa da pandemia

Esta é a segunda vez que a empresa para no Brasil por causa da pandemia

A Volkswagen do Brasil vai suspender a produção em todas as suas fábricas no país por 12 dias corridos. A decisão foi tomada, segundo a empresa, por causa do agravamento da pandemia, com alta do número de casos e mortes por Covid-19, e pelo aumento da taxa de ocupação dos leitos de UTI nos estados brasileiros. 

Esta é a segunda vez que a empresa para no Brasil por causa da pandemia. No ano passado, a companhia também paralisou as atividades em suas fábricas, entre março e abril, para evitar a contaminação pelo coronavírus entre seus funcionários. 

A partir de quarta-feira (24), as atividades de produção das fábricas da Volkswagen de São Bernardo do Campo (SP), Taubaté (SP), São Carlos (SP) e São José dos Pinhais (PR) estarão suspensas até o dia 4 de abril.

A medida atinge cerca de 15 mil empregados das áreas de produção. Os funcionários da área administrativa trabalharão remotamente. Segundo a empresa, a medida foi tomada em conjunto com os sindicatos locais.

A Volkswagen não revelou quantos carros deixarão de ser produzidos ou o impacto financeiro da pausa, por questões estratégicas, segundo a empresa. Mas disse que não há impacto no pagamento dos empregados, e que os dias parados serão compensados futuramente.

"A empresa adota esta medida a fim de preservar a saúde de seus empregados e familiares. Nas fábricas, só serão mantidas atividades essenciais", disse a montadora em nota.

Volkswagen suspende produção no país por 12 dias Foto: Matthias Rietschel / REUTERSVolkswagen suspende produção no país por 12 dias Foto: Matthias Rietschel / REUTERS

Ha outras iniciativas em andamento para buscar a adesão das empresas ao lockdown. Clemente Ganz Lucio, assessor do Forum das Centrais Sindicais, afirmou que há negociação com o governo do estado de São Paulo para sentar com os empresários para discutir medidas de apoio ao lockdown. Outro encontro, dessa vez com os governadores do Consórcio Nordeste, na mesma direção.

Paraná e São Paulo estão entre os estados que enfrentam situações críticas nesse momento.

A fase emergencial de São Paulo começou na segunda-feira e vai até dia 30 de março. A medida é ainda mais rígida do que a fase vermelha do Plano SP e, além do toque de recolher das 20h às 5h, prevê o fechamento de praias e parques, e proíbe a realização de cultos religiosos, atividades esportivas coletivas e a retirada de comidas em restaurantes.

Já o governo do Paraná prorrogou até abril suas regras restritivas para conter a propagação do vírus. O estado atingiu 101% de ocupação nos leitos de UTI ontem, com 469 leitos e 474 internados. Nas enfermarias, também há mais pacientes do que leitos.


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail