mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Alimentação saudável pode minimizar sintomas da TPM

A ginecologista aponta que uma dieta rica em alimentos vegetais e peixes pode melhorar a qualidade de vida da mulher no período pré-menstrual

Um dos períodos mais complicados da saúde da mulher sem dúvida é o da Tensão Pré-menstrual (TPM), que a cada ciclo menstrual provoca sintomas físicos e emocionais. Por se tratar de uma desordem caracterizada por um conjunto de alterações hormonais que provocam sintomas por até duas semanas antes da menstruação causando desequilíbrio na mulher, muitas acabam necessitando de tratamento médico específico para o humor e mudanças comportamentais.

Entre os sintomas físicos, os mais frequentes são dores de cabeça, enxaqueca, retenção de líquidos, fadiga, constipação, dor nas articulações, dor nas costas, cólicas abdominais, palpitações cardíacas e ganho de peso. Já os sintomas emocionais caracterizam-se por alterações de comportamento, ansiedade, depressão, irritabilidade, ataques de pânico, tensão, falta de concentração, diminuição do trabalho ou do desempenho social e alteração da libido.

Segundo a ginecologista Marcella Marinho, neste interim, nota-se que as escolhas alimentares podem afetar diretamente estes sintomas, podendo amenizá-los ou agravá-los. “Uma alimentação saudável pode colaborar para que este quadro seja amenizado ou mesmo, por meio de alimentos que repõem os nutrientes necessários, eliminar os sintomas da TPM”, ressalta.

reprodução internetreprodução internet

Tendo em vista as duas fases do ciclo menstrual, o folicular e a lútea, é no período lúteo que ocorrem mais alterações, como retenção de água, elevação de peso, aumento de demanda energética, modificações no perfil lipídico e no metabolismo de vitamina D, cálcio, magnésio e ferro, hipersensibilidade emocional, dores generalizadas e mudança do comportamento alimentar, favorecendo uma maior ingestão energética e o surgimento de compulsões alimentares, principalmente por alimentos muito calóricos como chocolate, doces e carboidratos salgados.

Em termos preventivos, mudanças de hábitos na dieta e no estilo de vida podem ter efeitos atenuantes significativos sobre os sintomas da TPM, como redução no consumo de álcool, cafeína, sal, açúcar refinado e na ingestão de carboidratos, junto ao consumo moderado de carne e laticínios. “Adicionalmente, uma dieta rica em alimentos vegetais — folhas, frutas, legumes e frutas secas, como nozes e amêndoas —, peixes, como atum, cavala e salmão, e linhaça (óleo e sementes), pode aumentar as prostaglandinas anti-inflamatórias”, indica Dra. Marcella.


Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail