Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Após 50 dias na UTI, paciente é levado em maca para ver o mar

Médicos do Hospital del Mar, em Barcelona, fizeram uma surpresa a Isidre Correa, de 61 anos, que estava internado desde 14 de abril

Compartilhe

Curado da Covid-19, o paciente Isidre Correa, de 61 anos, teve uma surpresa ao deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital de Barcelona, na Espanha, após cerca de 50 dias internado. Os médicos o levaram de maca para ver o mar da praia de Somorrostro, localizada em frente à unidade, na companhia de sua mulher, Helena Soriano.

Isidre Correa, de 61 anos, revê o mar após 50 dias na UTI Foto: Getty Images 

Correa ingressou no Hospital del Mar em 14 de abril infectado pelo coronavírus. Cinco dias depois, foi transferido para a UTI. Segundo os médicos, sua enfermidade era "bastante grave e complexa". O paciente espanhol é diabético e tem uma leve obesidade, condições que o colocam no grupo de risco da Covid-19.

No final de maio, ele finalmente testou negativo para doença. A equipe médica, então, consultou seus familiares para saber se poderia levá-lo a um passeio à beira-mar. Diante do aval, Correa pôde passar alguns minutos contemplando a vista do local.

 Foto: Getty Images 

"Não tivemos outro remédio a não ser não nos deixarmos vencer. A doença não facilitou os médicos, e eles atuaram de maneira espetacular, nota 10", disse Soriano ao jornal catalão El Món a Rac1.  A iniciativa está associada a um projeto do hospital chamado HUCI, que visa um tratamento mais humanizado. Os médicos aproveitam a proximidade da praia para levar seus pacientes ao ar livre como parte da recuperação, desde que estejam em boas condições clínicas e haja anuência da família.

 Foto: Getty Images 

"Devemos inovar no humanismo, e estes detalhes são muito importantes para a recuperação dos pacientes e também para os próprios médicos", afirmou Joan Ramon Masclans, chefe da UTI do Hospital del Mar, ao periódico catalão.

No pico da pandemia do coronavírus na Espanha, o hospital chegou a atender mais de 2.100 pacientes. O país tem mais de 240 mil casos e 27 mil mortes por Covid-19, de acordo com a Universidade de Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

Nos últimos dias, o governo espanhol passou a flexibilizar o lockdown decretado, um dos mais restritivos da Europa. Nesse período, os moradores não podiam praticar exercícios ao ar livre e crianças estavam proibidas de sair de casa, por exemplo.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar