Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Ave com dentes enormes que viveu há 50 milhões de anos é descoberta

Os "pelagornitídeos" tinham espinhos ossudos e afiados saindo de mandíbulas com formato de serra.

Compartilhe

Centistas da Universidade da Califórnia, nos EUA, descobriram fósseis de um tipo de pássaro enorme e com dentes gigantescos: os pelagornitídeos, ou pássaros "com dentes ósseos". A pesquisa foi publicada no site científico The Conversation. As inforamações são do site IG.

Como o nome sugere, essas antigas aves tinham espinhos ossudos e afiados saindo de mandíbulas com formato de serra. Assemelhando-se a dentes, essas pontas teriam ajudado na caça a lulas e peixes.

Ave com dentes enormes que viveu há 50 milhões de anos é descoberta

Outro detalhe que chama atenção é o tamanho da espécie. Para se ter uma ideia, o maior pássaro voador vivo hoje é o albatroz-errante, que tem uma envergadura que chega 3,5 metros. Os fósseis de pelagornitídeos da Antártica tinham uma envergadura quase duas vezes maior - cerca  6,5 metros de largura. 

A descoberta

Os primeiros vestígios de pelagornitídeos, recuperados de sedimentos de 62 milhões de anos na Nova Zelândia, eram aproximadamente do tamanho de gaivotas modernas. Os primeiros pelagornitídeos gigantes voaram sobre a Antártica cerca de 10 milhões de anos depois. Além desses espécimes, restos fossilizados de outros pelagornitídeos foram encontrados em todos os continentes.

Os pelagornitídeos duraram cerca de 60 milhões de anos antes de serem extintos , na chamada era Pleistocena (2,5 milhões a 11.700 anos atrás). 


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar