mais

Banho com fezes de vaca é prática de indianos contra Covid-19

Nas imagens é possível ver um pequeno tanque repleto do esterco de vaca, onde eles mergulham literalmente no material fecal, com sendo uma prática normal, sem temer, inclusive, infecções.

Um vídeo gravado no Sul da Índia, mais precisamente em Hiriyur, mostra um grupo de indianos tomando banho com fezes de vaca. Para eles, essa é uma forma para ficarem imunes contra a Covid-19.

Nas imagens é possível ver um pequeno tanque repleto do esterco de vaca, onde eles mergulham literalmente no material fecal, com sendo uma prática normal, sem temer, inclusive, infecções.

Banho com fezes de vaca é prática de indianos contra Covid-19 - Imagem 1

Indianos acreditam que banho em fezes de vaca imuniza contra Covid-19(Foto: Reprodução-Vídeo-New York Post)

O vídeo destaca um momento em que se houve um comentário, no mínimo, absurdo: "Se todos começarmos a tomar banho de esterco de vaca, obteremos imunidade contra o vírus"

Em tempos de pandemia e aumento do número de mortos, nenhuma autoridade recomenda este tratamento contra o coronavírus em qualquer parte do mundo.

Confira as fotos:

Médicos na Índia se viram obrigados a alertar a população que espalhar estrume de vaca pelo corpo não protege contra a Covid-19 e que ainda há risco de contágio por outras doenças.

No estado de Gujarat, algumas pessoas têm ido a currais uma vez por semana para cobrir o corpo de esterco e urina de vaca, na esperança de que isso fortaleça a imunidade contra o coronavírus ou mesmo que possa ajudá-los a se recuperar da doença (veja as imagens acima).

O coronavírus já infectou mais de 22,6 milhões de pessoas na Índia. Até agora, foram mais de 246 mil mortes notificadas oficialmente (os especialistas dizem que o número real pode ser até 10 vezes maior). Há falta de leitos hospitalares, oxigênio e remédios e, assim, muitos morrem sem tratamento.

A vaca no hinduísmo

A vaca é sagrada no hinduísmo. É um símbolo da vida e da terra. Durante séculos, os hindus usaram estrume de vaca em rituais religiosos. Eles acreditam que o material tem propriedades terapêuticas.

"Vemos até mesmo médicos aqui. A crença deles é que essa terapia melhora a imunidade e que eles podem atender os pacientes sem receio", disse Gautam Manilal Borisa, um gerente de uma empresa farmacêutica.

Ele mesmo vai com frequência a uma escola de monges hindus para passar pelo banho de estrume.

Os participantes passam uma mistura de estrume e urina nos corpos e esperam secar. Eles se abraçam e fazem homenagens às vacas no recinto e também praticam yoga. Depois, eles se lavam com leite.

Médicos e cientistas na Índia e em outros países já avisaram que tratamentos sem eficácia podem levar a uma falsa sensação de segurança em relação à pandemia e piorar a situação epidemiológica.

O presidente da Associação Médica Indiana, o doutor J.A. Jayalal, afirmou que não há nenhuma comprovação científica de que estrume e urina de vaca fortalecem a imunidade contra a Covid-19.

"Há risco à saúde ao usar esses produtos. Doenças dos animais podem contaminar os humanos", afirmou.

Além disso, há aglomeração de pessoas nesses rituais, o que vai contra as orientações mundiais de especialistas para evitar a disseminação da Covid.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail