Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Casamento de dois soldados da PM é um golpe contra a homofobia

Victor e Wilkers finalmente consumaram a relação de cinco anos.

Casamento de dois soldados da PM é um golpe contra a homofobia
| Reprodução: Instagram
Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

O casamento de dois soldados da Polícia Militar é uma grande lição contra a homofobia. Victor e Wilkers finalmente consumaram a relação de cinco anos em uma cerimônia no civil. Os dois se conheceram quando estudavam Engenharia Hídrica em Teófilo Otoni, no interior de Minas Gerais.

Depois, formaram-se juntos na Escola Estadual de Formação de Soldados e conseguiram trabalhar na mesma cidade, Itaobim, no Vale do Jequitinhonha. Com medo do preconceito, a dupla manteve a relação em segredo, mas depois de tanto se esconder, decidiram tornar o amor público.

“Quando nos mudamos para Itaobim, não falávamos sobre o assunto, não postávamos nada em redes sociais. Mas agora que nos casamos e postamos foto, toda a cidade ficou sabendo. Como esperado, houve muita fofoca, muitos comentários, mas não chegou nada negativo até nós”, relata Victor.

Os dois policiais dizem que nunca foram repreendidos por superiores dentro do batalhão. Eles explicam o óbvio, orientação sexual não interfere no trabalho como agente de segurança. A PM de Minas Gerais foi pelo mesmo caminho. A corporação garante respeitar os direitos humanos e liberdades individuais.

A vida militar tem fama de ser um ambiente historicamente hostil e masculinizado. Por isso, a história de amor entre Victor e Wilkers serve de exemplo para os homofóbicos de plantão e é inspiração para a comunidade LGBTI+. Aliás, o casamento dos dois ganhou destaque na Rede Nacional de Operadores de Segurança Pública LGBTI+ (Renosp).

 





Visualizar esta foto no Instagram.

 








Conheçam a história do casal de PMs que decidiram dizer sim ao amor e ignoraram o preconceito.🌈♥️ Victor e Wilker se conheceram na universidade. Dividiam a mesma república estudantil, momento em que começaram o namoro. Após 2 (dois) anos de relacionamento, quando saiu o edital do concurso para a Polícia Militar de Minas Gerais, decidiram estudar juntos. A união até nos estudos deu tão certo que ambos foram aprovados. Fizeram o curso de formação na mesma cidade e até na mesma sala. Com medo de sofrer perseguição sempre mantiveram o relacionamento em sigilo. Contudo, com o passar do curso algumas pessoas ficaram sabendo, porém tentaram esconder ao máximo. Ao se formarem soldados em abril de 2016 passaram a trabalhar numa cidade do interior de Minas. E Depois de formados ficaram mais tranquilos quanto ao relacionamento. Então, no final do ano passado, decidiram oficializar a união e dizer sim ao amor que sentem um pelo outro. O Casamento gerou uma repercussão grande por ter sido entre dois homens e por serem militares. Eles relatam que apesar da repercussão, receberam muito carinho e mensagens de apoio. Afinal, o importante é o amor! E quando se trata do casamento de pessoas do mesmo sexo cabe somente a pessoa pedida em casamento aceitar ou não. Muitas felicidades Victor & Wilker!👮❤👮 #renosplgbti #preconceitosemsentido #juntossomosmaisfortes #diversidade #respeito #amor #gay #lgbt #felicidades #uniao

Uma publicação compartilhada por  RENOSP-LGBTI+ (@renosplgbti) em


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Siga-nos

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar