Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Cidadão britânico "cria religião" para manter bar aberto na pandemia

Devido à segunda onda do vírus, a Inglaterra declarou uma nova quarentena, porém Igrejas não precisam fechar as portas

Compartilhe

James Aspell, proprietário do bar “400 Rabbits” (Ou “400 Coelhos”, em português), mudou recentemente o nome da página do Facebook do estabelecimento para “Church of the Four Hundred Rabbits”, que significa “Igreja dos Quatrocentos Coelhos”.

A mudança não é apenas uma piada: o homem britânico de fato está buscando, através de vias legais, criar uma religião. Isso porque a Inglaterra enfrenta a segunda onda do coronavírus, de forma que o lockdown voltou, e bares precisariam voltar a fechar, após apenas algumas semanas com as portas abertas.

James Apell (Foto: Facebook)

Todavia, Igrejas tem permissão para continuar recebendo pessoas, e Aspell está tentando se aproveitar dessa exceção. Em entrevista ao canal de TV FOX News, o homem comentou que haviam lojas vendendo decoração de Natal abertas, de forma que a regra não fazia tanto sentido para ele.

Os fãs do bar foram avisados da mudança através de uma publicação em sua página oficial: "Como locais de cultos estão autorizados a abrir em todos os níveis, pensamos: dane-se, vamos criar uma religião", escreveu James, gerando reações majoritariamente positivas de seus seguidores.




Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar