mais

Ciência explica porque os flamingos ficam apoiados em uma perna só

Um grupo de cientistas avaliou, em uma pesquisa de 2009, que a probabilidade dessa posição acontece mais quando os pássaros estão na água do que em superfícies terrestres.

Se tem um animal que desperta curiosidade e encantamento é o flamingo. Fora a coloração rosada — resultado da abundância de carotenoides presente na dieta — a posição de apoio em apenas uma das pernas é motivo de interesse. Saiba o que se descobriu até agora sobre o movimento inusitado.

Flamingos são os únicos no grupo de aves que se sustentam dessa forma, embora todas aquelas com pernas longas tenham essa propensão. Informações divulgadas pela revista New Scientist mostram que o equilíbrio é uma forma de conservar o calor, isso porque essa parte do corpo é frágil: não tem proteção térmica e é mais fina.

Animais de pernas longas são alvo de pesquisa. (Foto:  Pixabay-Reprodução)Animais de pernas longas são alvo de pesquisa. (Foto:  Pixabay-Reprodução)

Um grupo de cientistas avaliou, em uma pesquisa de 2009, que a probabilidade dessa posição acontece mais quando os pássaros estão na água do que em superfícies terrestres. Outra publicação, de 2010, registra uma frequência maior em temperaturas mais baixas.

Dessa forma, com uma das pernas retraídas, flamingos reduzem o contato com o ambiente e evitam gastar energia, mantendo-se aquecidos. Apesar de parecer um desafio e tanto, para eles uma perna só significa uma escolha que exige menos esforço físico.

A tese vem de um estudo divulgação em 2017 na Royal Society em que, a partir da análise de cadáveres de flamingos, descobriu-se que não há desgaste muscular quando eles se equilibram. Além disso, a mesma atividade garante mais estabilidade do que em uma postura com dois apoios.

O ciclo alimentar selvagem também é fator de influência. A mesma investigação de 2017 constata: se estivessem sempre com os dois pés fixados no chão, as aves cor-de-rosa teriam mais dificuldade para fugir de um possível predador em caso de ataque, já que isso prejudicaria sua rápida locomoção.

Tese vem de um estudo divulgação em 2017 na Royal Society. (Foto: Pixabay-Reprodução)Tese vem de um estudo divulgação em 2017 na Royal Society. (Foto: Pixabay-Reprodução)Por fim, o ambiente deve ser considerado ao desmistificar a habilidade desses seres. Eles vêm de lugares com lagos de característica salgada e alcalina, responsáveis por queimar a pele de animais. Apesar de flamingos apresentarem resistência para enfrentar águas cáusticas assim, alternar entre uma perna e outra reduz a exposição e degradação.



Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail