Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Cinco doenças com alta prevalência no Brasil, mas pouco conhecidas

Todas graves e com tratamento, algumas dessas doenças podem ser curadas – desde que sejam identificadas

Slide 1 de 6
Compartilhe

Entenda sobre prevalência

Na epidemiologia, prevalência é a medida da quantidade de indivíduos que contraem uma doença em determinado período de tempo. É um indicador complementar à incidência, que mede a quantidade de novos casos em um período de tempo. Os dois indicadores não necessariamente se acompanham: existem doenças de alta prevalência e baixa incidência (doenças crônicas como a diabetes, que afetam poucas pessoas, mas por muito tempo) e de alta incidência e baixa prevalência (o resfriado comum).

Doenças comuns, com tratamentos conhecidos, podem apresentar altas taxas de incidência e prevalência. Isso acontece principalmente em locais e comunidades pobres, onde as condições de saneamento e o acesso à saúde são precários. São doenças como a hanseníase, causada por uma bactéria que causa lesões na pele e nos nervos. Ou as geo-helmintíases – os parasitas intestinais. Ambas têm cura, mas ainda afetam populações carentes.

Desde sua criação em 2003, a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde tem buscado combater as doenças transmissíveis com potencial epidêmico – que apresentam alta incidência e alta prevalência em determinadas regiões. Selecionamos 5 doenças de alta prevalência no Brasil, mas que pouca gente conhece:



Slide 1 de 6
Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar