mais

Cirurgia para reverter "língua-presa" deve ser feita o quanto antes

Normalmente, é recomendada a frenuloplastia, que é feita no hospital com anestesia geral e permite reconstruir o músculo da língua.

Há sete anos, desde o fim de 2014, a lei federal (no 13.002/2014) tornou obrigatória a realização do “teste da linguinha”. O exame, que deve ser feito até 24 horas depois do nascimento do bebê, tem por objetivo detectar alterações no frênulo (membrana que liga a língua ao assoalho da boca), também conhecido como freio lingual, causador da famosa "língua presa".

Normalmente, é recomendada a frenuloplastia, que é feita no hospital com anestesia geral e permite reconstruir o músculo da língua. O procedimento é indicado a partir dos 6 meses de idade, e o tempo médio de recuperação é de dez dias.

Porém, muitos pais não conhecem a possibilidade de realizar a cirurgia usando laser. A odontopediatra Lara Miranda Damasceno, explica que a língua presa pode prejudicar a amamentação entre outros, e deve ser realizado o quanto antes após nascimento, de preferência em recém nascido.

Exame, que deve ser feito até 24 horas depois do nascimento do bebê, tem por objetivo detectar alterações no frênulo. Foto: Folha VitóriaExame, que deve ser feito até 24 horas depois do nascimento do bebê, tem por objetivo detectar alterações no frênulo. Foto: Folha Vitória

"O frênulo ou freio lingual é uma estrutura anatômica presente embaixo da língua, que, quando limita os movimentos básicos da língua, originará, diversas consequências deletérias a todo desenvolvimento estrutural e funcional de todas as estruturas da face, refletindo em funções como: Respiração, sucção do leite materno, deglutição, digestão, fala, sono, e futuramente, pode colocar a criança em condição de sofrer bullying, por ter efeito sonoro na fala", disse.

Veja os principais mitos sobre as alterações no frênulo:

O freio não se soltará sozinho, pelo contrário, ficará mais resistente devido a fibrose ocorrida por excesso de alongamento ou tentativa de movimentação efetiva da língua.

O fato do recém nascido ganhar peso não descaracteriza ou adia a real necessidade da frenectomia, pois os efeitos deletérios já começam a firmar, se, podendo ser a curto, médio e longo prazo.

O que acontece no geral, quando se adia a cirurgia:

- Deglutição atípica;

- Mastigação ineficiente, já que o bebê não consegue fazer a lateralização do alimento;

- Interfere com no controle da higiene oral;

- Risco de acumulação de placa bacteriana;

- Má higiene dos molares;

- Inflamação gengival;

- Recessões gengivais;

- Problemas na fala;

Veja as orientações da especialista para lidar com o problema:

- Cirurgia deve ser feita rapidamente: uma vez diagnosticada a necessidade da frenectomia, após teste da linguinha, ela deve ser prontamente executada, o mais cedo possível.

- Atrapalha na amamentação: uma das maiores causas de abandono a amamentação materna é a língua presa, pois a mãe sente dor. A mama fissura e o bebê não consegue ter uma nutrição ideal por uma sucção ineficiente.

- Cirurgia a laser é uma opção: a frenectomia lingual à laser é a melhor opção em qualquer idade e principalmente para recém nascidos, pois é uma cirurgia rápida, sem sangramento, sem sedação, sem necessidade de pontos, e com um pós operatório muito tranquilo.

- Dispensa intervenção cirúrgica em ambiente hospitalar: o bebê vai da cadeira odontológica para o seio da mãe.

- Sem restrições: frenectomia lingual à laser pode e deve ser feita em qualquer idade, pois os ganhos são visíveis.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail