Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Conheça as profissões que mais afetam o coração das mulheres

Esta é a questão que um novo estudo se propôs a responder

Compartilhe
Google Whatsapp

Algumas profissões afetam de forma mais negativa a saúde do coração feminino do que outras, mas você sabe quais são? As informações são do Notícias ao Minuto.

Os problemas cardíacos são um problema de saúde generalizado, especialmente entre as populações mais idosas. Embora os pesquisadores saibam que existem vários fatores do estilo de vida que podem aumentar o risco de doenças cardíacas, como a má alimentação, a falta de atividade física e o tabagismo, há um fator de risco que não recebe tanta atenção quanto deveria - a profissão. 

Estudos recentes demonstraram que é possível vincular a ocupação de uma pessoa a um risco aumentado de doença cardíaca ou outros problemas cardiovasculares. Por exemplo, um estudo realizado por pesquisadores do Japão descobriu que indivíduos em cargos de gerência, independentemente da indústria, enfrentam maior risco de doença cardíaca.

Assistentes sociais podem ter maior risco

Num outro estudo recente, pesquisadores da Universidade Drexel, Filadélfia, afirmam que a profissão no topo da lista é a de assistente social, representando 36% mais de propensão a problemas cardíacos.

Logo depois estão as vendedoras de loja, com um risco 33% maior. Em seguida, os auxiliares de saúde e psiquiatras com um risco 16% maior. E, por fim, as enfermeiras com um risco 14% maior de problemas cardíacos.

No estudo, os autores não apresentaram razão específica para o acontecimento. Dizem apenas que o stress no trabalho e trabalhar durante muitas horas são fatores que podem aumentar o risco de qualquer pessoa ter problemas cardíacos.

Os pesquisadores estudaram a influência de diversos empregos na saúde do coração. A amostra contou com 65 mil mulheres na pós-menopausa, com idade média de 63 anos.



Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se