Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Covid-19: Vacina teste de Oxford chega ao Brasil. E agora?

A informação dada na terça-feira sobre um lote para testes que chegaria em território brasileiro deixou muitas pessoas interessadas.

Compartilhe

As famosas vacinas de Oxford finalmente chegaram ao Brasil e são uma forte esperança dos cientistas e médicos para combater a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A informação dada na terça-feira sobre um lote para testes que chegaria em território brasileiro deixou muitas pessoas interessadas. Mas quem poderá ser voluntário e como vai funcionar o processo? As informações dão do Mega Curioso.

A vacina ChAdOx1 no Brasil

A vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, em conjunto com a farmacêutica AstraZeneca, foi batizada de ChAdOx1 e vem sendo testada desde o final de abril. Recentemente, os constantes sucessos trouxeram a oportunidade de iniciar a Fase 3 dos testes, que é a que está chegando aqui no Brasi. 

Reprodução: Reuters

Esta nova vacina é produzida de maneira diferente da maioria, já que não leva o vírus morto dentro dela. A ChAdOx1  é feita usando partes da proteína que reveste o material genético do Sars-CoV-2 e, dessa forma, não pode replicar o novo coronavírus.

Os brasileiros são os primeiros, fora o Reino Unido, a poder testar a eficácia da nova vacina. Aqui serão 2 mil doses testadas em voluntários no decorrer de três semanas, nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo. A divisão será de mil testes para os cariocas e mil testes para os paulistas. No Rio, os testes serão conduzidos pelo Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino e, em São Paulo, pelo Centro de Referência para Imunológicos Especiais (Crie) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). 

Quem poderá ser testado

Existem algumas regras para que a pessoa possa se tornar um voluntário para testar a nova vacina. Segundo informações, devem ser pessoas entre 18 e 55 anos de idade e, preferencialmente, da área médica com trabalho intensivo com o novo coronavírus. Além destes, quem trabalhar em locais de risco e estiver dentro da faixa etária estipulada, também poderá ser testado. 

Reprodução

O processo de recrutamento deve começar a qualquer momento durante o mês de junho e seguirá as regras apresentadas acima para a seleção. A proposta é de que 500 pessoas recebam a real ChAdOx1 e outras 500 recebam a vacina para Meningite, que funcionaria como uma espécie de placebo. 

A princípio todo este processo deve ser bastante seguro, visto que tem a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Saúde.

Acompanhamento durante o período do teste

Se engana quem pensa que é só recebe a vacina e acabou o trabalho. O acompanhamento com o voluntário durará um ano, contando, no mínimo, cinco reencontros para consultas e exames de sangue que busquem por possíveis efeitos colaterais.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar