Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Estudo revela perigos ao buscar sintomas de doenças no Google

Eles descobriram que em apenas 36% das vezes o primeiro resultado da busca se mostra correto.

Slide 3 de 3
Compartilhe

Buscar essas informações no Google pode nos fazer sentir pior do que estamos

Segundo o Google, uma em cada 20 pesquisas realizadas no mecanismo de buscas está relacionada à saúde. Dito isso, precisamos levar em conta que, de fato, buscar no Google é mais confortável do que enfrentar filas no hospital ou marcar horários em consultórios médicos. Além disso, realizar a busca online é de graça. Porém, além de arriscado para a nossa saúde, realizar esse tipo de busca também é arriscado para a nossa privacidade.

Isso acontece porque, quando compartilhamos informações privadas, como sintomas de uma doença, estamos fornecendo dados que podem ser usados por empresas que vendem dados de usuários para a publicidade, por exemplo. Por isso, todo cuidado é pouco na hora de buscar ajuda online.

Sendo uma prática tão comum, o vício já até ganhou o nome de cibercondríaco. Traduzido diretamente do termo "cyberchondriac", segundo o dicionário de Oxford, significa "uma pessoa que busca compulsivamente na internet informações sobre determinados sintomas reais ou imaginários da doença". Dessa forma, reforçamos que apenas os profissionais de saúde possuem os instrumentos necessários para realizar uma avaliação adequada.

Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar