Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Fotógrafos são pegos de surpresa com atitude de coruja selvagem; fotos

Acostumado a estar por trás das lentes, Scott acabou se tornando modelo da foto que viralizou depois de ser postada em seu Instagram.

Compartilhe

Fotografias espontâneas são uma combinação de habilidade técnica, olhar certeiro e timing — ainda mais quando se trata de vida selvagem. Agora imagine a surpresa do fotógrafo norte-americano Scott Dere quando uma coruja simplesmente decidiu voar e pousar no equipamento dele! Graças a outro fotógrafo, a cena épica foi registrada — e não foi a única.

Scott conta que foi ao local exatamente para procurar corujas-cinzentas (Strix nebulosa), que são mestres da camuflagem. Logo que chegou lá, conversou um pouco com outros fotógrafos que estavam indo embora decepcionados por não terem conseguido nada em aproximadamente 2 horas de observação e espera.

Uma recompensa e tanto

Pouco tempo depois de se separarem, Scott viu uma coruja e fez sinal para que eles voltassem. “Ficamos observando por alguns minutos quando, de repente, a ave voou para a cabeça de Scott e, depois, para o seu equipamento. Ele olhava para mim como se dissesse ‘Caramba! É sério isso?!’”, conta o fotógrafo Beaumon Day. Acostumado a estar por trás das lentes, Scott acabou se tornando modelo da foto que viralizou depois de ser postada em seu Instagram.

Beaumon Day

Segundo os relatos, a coruja era jovem e estava curiosa com relação aos visitantes. Por cerca de 1 hora, ela os presenteou com voos próximos enquanto caçava e chegou a pousar também na cabeça da fotógrafa Brooke Bartleson! Ou seja, mais à vontade, impossível. “Já tive alguns encontros incríveis com a vida selvagem e, às vezes, dá para sentir que estão confortáveis com a sua presença. Enquanto você está lá, acaba sentindo uma conexão”, afirma Brooke.

Beaumon Day

Beaumon diz que o primeiro desafio é exatamente encontrar as corujas, já que são ótimas na camuflagem. Em seguida, vem a questão de fotografar o voo em si, que exige bastante técnica e atenção a detalhes. “É preciso seguir a ave enquanto ela voa, mantendo-a no enquadramento sem cortar as asas e garantindo que a velocidade do obturador esteja adequada etc. Mas tudo isso com certeza vale a pena”, conclui.

Beaumon Day

 


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar