Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Gêmeos siameses mais velhos do mundo morrem aos 68 anos; vídeo

A causa foi "morte natural"

Compartilhe

Os gêmeos siameses mais velhos do mundo morreram no último sábado (4/7), aos 68 anos, na cidade de Dayton (Ohio, EUA). A causa foi "morte natural". Eles também foram os mais longevos de que se tem registro na História. Ronnie e Donnie Galyon nasceram em 28 de outubro de 1951, filhos de Eileen and Wesley Gaylon, que não tinham ideia de que esperavam gêmeos. As informações são do Extra.Gêmeos siameses morrem aos 68 anosEles nasceram saudáveis. mas passaram os dois primeiros anos em hospitais, com médicos tentando separá-los. As tentativas falharam.

Durante 68 anos, os gêmeos viveram cara a cara, unidos do esterno à virilha com apenas um conjunto de órgãos digestivos inferiores. Cada um deles nasceu com corações e estômagos separados e tinha seu próprio conjunto de braços e pernas.

Os siameses chegaram a fazer uma turnê pela América do Norte com um circo. Eles viviam em um asilo.

Abaixo, vídeo documenta a vida dos Galyon:


Gêmeos siameses, também chamados de gêmeos xifópagos ou gêmeos conjugados, desenvolvem-se quando um embrião precoce se separa parcialmente para formar dois indivíduos. A maioria dos gêmeos siameses é natimorto ou morre logo após o nascimento.Os bebês costumam ser ligados pelo tórax, pela pélvis ou pelas nádegas. Os gêmeos que sobrevivem podem ser separados por cirurgia. O sucesso do delicado procedimento depende do local por onde eles estão unidos e dos órgãos compartilhados.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar