Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Homem processa mulher em US$ 160 mil por beijo que lhe causou herpes

Após conhecer a moça em um site de namoro, o britânico Martin Ashley Conway não imaginava que um encontro poderia causar tanta frustração

Compartilhe

Um personal trainer londrino de 45 anos, Martin Ashley Conway, processou uma mulher com a qual teve um encontro no ano passado, por ter sido contaminado pelo vírus de herpes quando ele a beijou.  As informações são do Mega Curioso.

Após conhecer a moça, que se apresentou como Jovanna Lovelace, em um site de namoro chamado Meetup, Conway a convidou para um encontro, onde eles se beijaram. Porém, o que parecia o prenúncio de uma história de amor acabou se transformando em uma grande frustração para o inglês.

Alguns dias após a noite inesquecível, Martin começou a desenvolver sintomas semelhantes ao de uma gripe, mas com pequenas úlceras na boca que tornavam o ato de se alimentar bem doloroso e difícil. No hospital, o personal foi diagnosticado com herpes simples, uma infecção causada por vírus.

Reprodução

Tendo que tomar medicamentos, talvez pelo resto da vida, o britânico afirma que ficou traumatizado, sofreu um ataque de pânico e desmaiou em sua casa após ver as úlceras em sua boca crescendo mesmo tendo tomado sua medicação. Ele alega que, logo em seguida, caiu em profunda depressão e que ficou algumas semanas sem sair de casa, a não para ir ao médico.

Beijo trágico pode sair caro para a mulher

Conway explica que entrar em contato com o herpes tem causado impactos em sua vida, como se tornar incapaz de andar de bicicleta por medo de que o suor e o estresse provoquem as indesejadas erupções na pele. Além disso, o homem diz ser vítima de encefalite esporádica, uma condição "rara, mas devastadora", nas palavras dele.

Após se recompor, Martin Ashley Conway chegou à conclusão de que a pessoa que lhe transmitiu esse vírus deveria ser responsabilizada pelo fato de não ter informado a ele a sua condição de transmissora da doença.

Feitas as contas dos danos causados, que incluem sessões quinzenais de psicoterapia até os 79 anos, além dos lucros cessantes enquanto esteve afastado de suas atividades, ele chegou ao valor da indenização a ser pleiteada: US$ 160 mil (cerca de R$ 860 mil).

Depois de chegar ao tribunal em fevereiro, o caso deverá ter audiências até o final deste ano, sendo acompanhado curiosamente pela mídia por ser um exemplo claro de "beijo que viralizou". Literalmente.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar