Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Menino gasta R$ 82,5 mil em game com o cartão de crédito da mãe

Mãe suspeitou de fraude, mas operadora de cartão desvendou compras em loja virtual de games

Compartilhe

Um menino de 6 anos pode ter se colocado na lista de travessuras do Papai Noel deste ano depois de acumular mais de US$ 16 mil (cerca de R$ 82,5 mil) em despesas como o seu game preferido, Sonic Forces, no cartão de crédito de sua mãe. Informações do Extra.

Enquanto trabalhava em casa durante a pandemia do coronavírus, Jessica Johnson, uma corretora de imóveis de Wilton (Connecticut, EUA), não percebeu que o mais jovem de seus dois filhos usava seu iPad para ir às compras.

Ao longo de julho, George Johnson comprou boosters começando com anéis vermelhos de US$ 1,99 (R$ 10) e passando para anéis de ouro de US$ 99,99 (R$ 506), todos os quais lhe permitiram desbloquear personagens e obter bônus de velocidade.

George Johnson no colo do pai Foto: Reprodução/Facebook

Em 9 de julho, quando Jessica estava trabalhando na sala ao lado, George acumulou 25 cobranças no valor de US$ 2.500 (R$ 12,6 mil)

Depois que Jessica percebeu que a Apple e o PayPal estavam retirando somas de centenas de dólares da sua conta bancária, ela presumiu que fosse um erro do banco ou fraude.Ainda sem ter noção de que as acusações vinham de seu filho, Jessica entrou com uma ação por fraude naquele mês, quando sua conta chegou a US$ 16.293,10.

Em outubro, o banco Chase informou que ela precisava entrar em contato com a Apple para esclarecer as acusações. Ela percebeu que seu filho estava por trás de tudo somente depois de especificar as acusações ao entrar em contato com um representante da Apple.

Cartaz do jogo em que o menino gastou mais de R$ 80 mil reais

"Esses jogos são projetados para serem completamente predatórios e levar as crianças a comprar coisas", disse ela. "Que adulto gastaria US$ 100 em um baú de moedas de ouro virtuais?", acrescentou.

O "Financial Times" relatou que os videogames estão no topo da lista de gastos com mesada durante o "lockdown" devido ao coronavírus.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar