Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Mulher russa mantem filha presa em casa por 26 anos

A casa não tinha energia elétrica nem água corrente. Para se alimentar, havia apenas comida de gato.

Compartilhe

Uma notícia vinda da pequena vila de Arefinsky — localizada em um distrito com apenas 20 mil habitantes no oeste da Rússia — ganhou as manchetes do país e, depois, do mundo todo. Uma mulher de 42 anos foi descoberta após ter passado 26 anos sem sair de sua casa. As informações são do Mega Curioso.

Nadezhda Bushueva vivia com sua mãe, que a proibiu de sair de casa desde a adolescência. A idosa afirmou: "para protegê-la dos perigos do mundo lá fora". A reclusão só acabou porque a mãe, Tatyana, passou mal e precisou de atendimento médico. 

A mãe que manteve a filha presa por 26 anos. (Fonte: The Sun/Reprodução)

De acordo com relatos dos vizinhos, colhidos por um portal de notícias local, Tatyana sempre foi superprotetora com sua filha. As coisas pioraram quando Nadezhda, então com 16 anos, terminou seus estudos, e a mãe, então, começou a proibir que a jovem trabalhasse, continuasse estudando ou saísse com outros jovens da vila. Se algum vizinho tentasse intervir, a mãe dizia que elas estavam bem e os mandava cuidar de suas vidas. 

As condições de vida de mãe e filha

Segundo as reportagens sobre o caso, Nadezhda simplesmente se acostumou com a situação depois de um tempo. Assim, mãe e filha simplesmente ficaram trancadas em casa, nunca mais saíram e 26 anos se passaram dessa forma. 

Tão impressionante quanto a reclusão por si só é o modo como as duas viviam: a casa não tinha energia elétrica nem água corrente. Elas viviam com vários gatos e dividiam a única cama. Para se alimentar, havia apenas comida de gato. 

O cabelo de Nadezhda, quando ela foi encontrada. (Fonte: The Sun/Reprodução)

Porém, a história fica ainda pior: Nadezhda não lavava o cabelo há 12 anos e não trocava suas roupas há mais tempo que isso. Sempre que um gato morria, o corpo ficava em decomposição dentro de casa mesmo. Não causa surpresa o fato de que ela estava infestada de ratos.

Depois que Nadezhda saiu de casa para procurar ajuda, a mãe foi hospitalizada e ela encaminhada a serviços de assistência social da região. Contudo, segundo as informações divulgadas, a mulher recusou ajuda e voltou para sua casa — no mesmo estado em que o local estava quando saiu.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar