Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Novo estudo confirma que mulheres podem engravidar durante gravidez

A mulher pode ovular durante gestação e engravidar de outra criança

Novo estudo confirma que mulheres podem engravidar durante gravidez
Mulheres podem engravidar durante gravidez, diz estudo | Reprodução
Compartilhe

Esqueça tudo o que você aprendeu sobre educação sexual, por mais absurdo que possa parecer, em um capricho assustador do corpo humano, em circunstância especiais, uma mulher pode continuar a ovular durante a gestação e engravidar de outra criança, algo conhecido como “superfetação”.

Uma mulher pode ter dois fetos se desenvolvendo ao mesmo tempo, em estágios diferentes de desenvolvimento, mas antes de entrar em pânico, isso é realmente muito improvável de acontecer.

Na realidade, esse fenômeno só aconteceu 10 vezes na literatura cientifica. Muitas alegações de dupla gravidez foram desbancadas, mas de acordo com os pesquisadores, pelo menos 10 dessas alegações são reais, com evidências cientificas para comprovar.

Em 2009, uma mulher de Arkansas, EUA,  ficou grávida depois de já estar em gestação duas semanas e meia antes. Ambos os bebês foram concebidos de forma saudável por cesariana em 2 de dezembro, com um bebê 15 dias  mais prematura do que o outro.

E em 2015 , um casal australiano deu à luz duas meninas que tinham 10 dias de intervalo de idade ao nascer.


 src=



Mas como pode isso acontecer?

A superfetação é um fenômeno relativamente comum em outras espécies de mamíferos, incluindo ratos, coelhos e cavalos. Muitas vezes esses mamíferos possuem mais de um útero para facilitar a gestação, ou as vezes o ciclo menstrual da fêmea continua mesmo depois da gestação.

Mas com os seres humanos a superfetação é um fenômeno realmente raro, isso por que quando se inicia a gestação, o corpo da mulher bloqueia ativamente uma segunda gravidez, com hormônios e mudanças físicas.

Por alguma razão, na superfetação a mulher continua a ovular. O espermatozoide que conseguir transpassar o opérculo que bloqueia o colo do útero durante a gestação, pode conseguir fecundar algum ovulo. Além disse o ovulo fecundado precisa se fixar, um processo realmente muito complicado em uma mulher que já está em gestação, sem mencionar os problemas de espaço.

Em resumo, para uma mulher engravidar durante a gestação é preciso acontecer três coisas realmente improváveis, por isso é um fenômeno muito raro em nossa espécie.

Ao contrário dos gêmeos – que ocorrem quando um ovo fertilizado se divide em dois, ou quando dois ovos são fertilizados por dois espermatozoides ao mesmo tempo – a superfetação leva a uma mulher que já está grávida, um feto adicional que é mais jovem do que a gravidez existente.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar