Errol Musk, pai do bilionário Elon Musk, confessou que não sente orgulho de seu filho, fundador da SpaceX e CEO da Testla. A declaração foi dada em entrevista à rádio australiana The Kyle and Jackie O Show na segunda-feira.

"Somos uma família que faz muitas coisas há muito tempo, não é como se de repente tivéssemos começado a fazer algo", afirmou o pai, de 76 anos. Segundo Errol, o próprio filho estaria se sentindo "frustrado" consigo mesmo.

Pai de Elon Musk diz não sentir orgulho do filho bilionário (Gianluigi Guercia / Jim Watson)Pai de Elon Musk diz não sentir orgulho do filho bilionário (Gianluigi Guercia / Jim Watson)E é compreensível — acrescentou, explicando que Musk se sentiria "atrasado" sobre o que almeja para suas várias empresas, de forma que "não está tão feliz quanto gostaria". — Eu sei que parece loucura, mas tendemos a pensar assim como uma família. Ele tem 50 anos agora e ainda penso nele como um garotinho. Mas ele tem 50 anos, quero dizer, é um homem velho.

Já sobre seu outro filho, Kimbal Musk, Errol o descreveu como "o orgulho e a alegria" de sua vida. Segundo o site de notícias Business Insider, Kimbal é chef e dono de um restaurante, com um patrimônio líquido estimado em US$ 700 milhões.

Musk pai também tocou na polêmica envolvendo seu relacionamento com a enteada, Jana Bezuidenhout, 42 anos mais nova que ele. Ela tinha 4 anos quando Errol se tornou seu padrasto. Para ele, a relação é “completamente normal”.