Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Professor pula corda com aluno cadeirante no colo e vídeo viraliza

"Não há preço que pague ver o mundo de uma criança ficar maior", disse o professor.

Compartilhe

O que significa pular corda para uma criança? Tem coisa mais gostosa? Para o Heitor, de 7 aninhos, que é cadeirante, pular corda era um sonho distante. Graças ao ‘tio’ João, professor de Educação Física da turma de Heitor, esse sonho se concretizou. Para que o aluno não ficasse fora da brincadeira, o educador pulou corda segurando o menino no colo. As informações são do Razões para Acreditar.

“Foi um gesto simples, mas que eu sei que para ele fez diferença”. A cena foi registrada há uma semana. O professor contou que os alunos estavam em um período de brincadeira quando Heitor viu um grupo pulando corda e pediu para pular junto com eles. João abraçou literalmente o pedido.

“Tento sempre trabalhar de maneira que ele possa ser incluído, para a turma também não colocar limitações para ele. É uma criança com deficiência, mas queria que tivesse aquele momento. Foi um gesto simples, mas que eu sei que para ele fez diferença“, disse o professor João Hoffmann.

E fez mesmo, viu! A mãe de Heitor, Natália Nascimento, disse que a atitude do professor mudou o comportamento da criança. “A aula de educação física sempre foi uma aula que não era tão divertida, os professores acabavam deixando para lá porque ele é deficiente e não tinha como incluir. Agora está sendo muito diferente. Os dias preferidos dele são terça e quinta, quando acontecem as aulas de educação física. O trabalho que o João faz é incrível“, comemorou a mãe.

Isso aconteceu na Escola Sítio I, em Taubaté (SP). João é formado em Educação Física e trabalhava como personal e preparador físico até que há dois anos ele decidiu entrar em sala de aula, e fez muito bem, viu! Desde o início do ano ele aplica atividades inclusivas e acessíveis com a turma do Heitor. Em outro vídeo, João aparece carregando Heitor nas costas brincando de pega-pega.

“Fiquei apaixonado pelo trabalho com as crianças pelo poder transformador que a educação tem. Me esforço para dar o melhor, porque eu sei que meu trabalho pode impactar a vida deles para sempre. Não há preço que pague ver o mundo de uma criança ficar maior“, disse.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar