Se você já está sentindo muito calor e reclamando diariamente por causa disso, prepare-se, isso só tende a piorar nos próximos anos. Segundo um estudo publicado na última quinta-feira (6) na revista "Communications Earth and Environment", mais de 90% dos países vão passar pela experiência de sentir temperaturas muito altas, que vão ocorrer uma vez a cada dois anos a partir de 2030.

O artigo destaca a responsabilidade dos maiores poluidores do mundo. O estudo faz o cruzamento de dados históricos de emissões com os compromissos assumidos pelos cinco maiores emissores do mundo (China, Estados Unidos, União Europeia, Índia e Rússia) antes da conferência mundial sobre o clima COP26

Quase todos os países poderão passar por temperaturas altas a cada 2 anos - Imagem 1

O resultado desses dados mostra que mais de 95% dos 165 países pesquisados terão um ano extremamente quente a cada dois anos. Esse fenômeno acontece quando atingem um nível recorde, que só costumava ser alcançado uma vez a cada 100 anos na era pré-industrial. 

O estudo indica que os aumentos mais fortes de temperaturas vão ocorrer nas altas latitudes do Hemisfério Norte, como já acontece.